;

NOTÍCIAS

Após nova ocupação, Justiça determina reintegração de posse de área de Americana


A Justiça de Americana (SP) voltou a determinar a reintegração de posse de uma área que já tinha sido desocupada em fevereiro. Segundo a Polícia Militar, cerca de 60 pessoas do Acampamento Roseli Nunes que já tinham sido retiradas da propriedade há dois meses reconstruíram barracos.


A nova reintegração foi determinada pela juíza Fabiana Calil Canfour de Almeida. No processo, a área é denominada de Fazenda Salto Grande e sua posse é atribuída à Usina Açucareira Ester, autora da ação. Integrantes do acampamento contestam e dizem que se trata de terreno público.


Na decisão, ela solicita que haja comunicação do comando da Polícia Militar e urgência no cumprimento da medida "para evitar ampliação da dimensão da nova invasão e dos prejuízos causados à plantação mantida no local".


Planejamento







Comandante do 19º Batalhão da Polícia Militar do Interior (BPMI), o tenente coronel Mauro Luchiari Júnior confirmou que a corporação já foi notificada sobre a nova determinação judicial e "vai entrar em planejamento junto com a juíza, oficial de Justiça e partes envolvidas, para depois planejar a reintegração e realizar". Ainda não há data de definida para a desocupação ocorrer.


Outra versão




Um dos representantes do assentamento, Jânio Carneiro de Oliveira afirma que o grupo ainda não foi notificado sobre a decisão, mas que o espaço ocupado é da prefeitura. "A gente tá com papel que o Incra [Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária] mandou da matrícula da área e eles vão chegar até o dia 23 para levantar o georreferenciamento [definição dos limites de propriedade] dessas áreas", apontou. Ele confirmou que o grupo é o mesmo que há foi despejado em fevereiro.


A Prefeitura de Americana informou que orientou que o grupo protocole um pedido para que os setores técnicos da administração municipal verifiquem quem é o dono da área em questão.(fonte site G1 Campinas)






Leia mais: