Atividades relacionadas ao Mês da Mulher reuniram mais de 3 mil pessoas em Hortolândia

Publicidade

A Prefeitura de Hortolândia promoveu ao longo do mês de março uma série de atividades para celebrar o Dia Internacional da Mulher. A programação mobilizou diversas secretarias municipais e, de acordo com balanço divulgado pelo Departamento de Direitos Humanos e Políticas Públicas para as Mulheres, mais de 3 mil pessoas participaram das atividades.

De acordo com a chefe do Setor de Políticas Públicas para Mulheres, Jacyra Souza, as ações de celebração do “Mês da Mulher” começaram no dia 1° de março com a iluminação ornamental em tons rosa na Ponte da Esperança (Estaiada). A iluminação alusiva ao mês da mulher permaneceu de forma permanente para marcar o mês. Além disso, os portais das avenidas São Francisco e Thereza Ana Cecon Breda apresentaram mensagens alusivas à programação e os ônibus municipais receberam cartazes em homenagem ao Mês da Mulher. “Essas manifestações, realizadas em pontos estratégicos e de grande movimento foram importantes para marcar o período, que teve ainda muitas atividades com a maciça participação do coletivo feminino”, destacou Jacyra.

As secretarias municipais organizaram uma série de atividades convidando a comunidade feminina a uma participação mais efetiva nas ações e no desenvolvimento de políticas públicas. “Março, historicamente, é o mês onde intensificamos as reflexões sobre a vida da mulher na sociedade, pressupondo tomada de posição ética de busca por relações humanas e de direitos iguais. Para tal, é preciso um exercício muitas vezes de paciência para desconstruir o que está solidificado por uma cultura violenta, machista e de dissabores. Foi com o compromisso de contribuir na construção da nova pessoa humana, sem preconceitos e sem violência, que buscamos olhar com carinho para as questões que interferem nas relações harmoniosas e de forma diversas. Para isso realizamos rodas de conversas, exibição de vídeos, palestras etc. O trabalho refletiu amplamente em relação às conquistas das mulheres, bem como, os desafios que se tem pela frente, sobretudo agora que iniciamos o período pós pandêmico”, explicou a diretora de Direitos Humanos, Marlene Batista.

“As atividades alusivas ao mês da mulher contaram com apoio das escolas, OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e ONGs (Organizações Não Governamentais). Foi um trabalho árduo e gratificante pelo fato de ter sido desenvolvido em parceria com tanta gente boa. Isso possibilitou que as ações pudessem chegar a mais de 3 mil mulheres e meninas de diversos bairros de Hortolândia. O mês termina deixando para todas a certeza de que a luta é grande, mais se torna menos penosa quando se realiza em conjunto”, finalizou Marlene.

Fonte: Assessoria Comunicação Prefeitura Hortolândia


Opnião dos Leitores

Você não está autenticado, clique aqui. para acessar o sistema!.


Notícia FM

Ligou, virou Notícia!

Faixa Atual

Título

Artista

Ligou, virou Notícia!

Precisa de ajuda?