Brasil tem 8 estados e DF com situação crítica nas UTIs, indica Fiocruz

Publicidade

O Brasil registrou o maior número de estados sob alerta crítico na ocupação de leitos de UTI para Covid-19 desde junho de 2021, informou a Fiocruz em boletim divulgado nesta quarta-feira (26).

As altas taxas foram verificadas entre 17 e 24 de janeiro. Seis estados e o Distrito Federal têm 80% ou mais dos leitos intensivos ocupados. A situação é a pior desde a semana de 21 a 28 de junho de 2021, quando 7 estados e o DF estavam nessa situação.

A pior taxa de ocupação dos leitos de UTI está no próprio DF, com índice de 98%. O maior crescimento em pontos percentuais também foi visto lá, em um empate com o Amapá (veja detalhes mais abaixo).

Na última semana,12 estados ficaram na zona de alerta intermediário, e apenas 8 não entraram na zona de alerta.

Com o acréscimo de leitos, Maranhão, Mato Grosso e Pernambuco registraram queda nas ocupações; Pernambuco, entretanto, continua na zona de alerta crítico, com 81% dos leitos ocupados.

  • Estados com ocupação crítica nos leitos de UTI:
  • Distrito Federal (98% de ocupação)
  • Rio Grande do Norte (83% de ocupação)
  • Goiás e Piauí (82% de ocupação)
  • Pernambuco (81% de ocupação)
  • Espírito Santo e Mato Grosso do Sul (80% de ocupação)
  • Espírito Santo, Goiás e Pernambuco já tinham alerta crítico na ocupação dos leitos na semana passada.

Estados com nível de alerta intermediário na ocupação dos leitos de UTI:

  • Mato Grosso (78% de ocupação)
  • Tocantins (77% de ocupação)
  • Pará (76% de ocupação)
  • Amazonas e Ceará (75% de ocupação)
  • Roraima (70% de ocupação)
  • Amapá (69% de ocupação)
  • Bahia (67% de ocupação)
  • São Paulo (66% de ocupação)
  • Rondônia (65% de ocupação)
  • Rio de Janeiro (62% de ocupação)
  • Paraná (61% de ocupação)
  • Amazonas, Bahia, Ceará, Pará, Roraima e Tocantins já estavam com alerta intermediário na semana passada. Mato Grosso deixou a zona de alerta crítico, caindo para a zona de alerta intermediário.

Estados fora da zona de alerta:

  • Rio Grande do Sul e Maranhão: 57%
  • Alagoas e Santa Catarina: 53%
  • Acre: 45%
  • Paraíba e Minas Gerais: 28%
  • Sergipe: 25%

Com exceção do Maranhão, todos os outros estados já estavam fora da zona de alerta na semana passada.

Fonte: G1


Opnião dos Leitores

Você não está autenticado, clique aqui. para acessar o sistema!.


Notícia FM

Ligou, virou Notícia!

Faixa Atual

Título

Artista

Ligou, virou Notícia!

Precisa de ajuda?