Brigar no trânsito pode virar infração grave e causar suspensão da CNH

Publicidade

A Câmara dos Deputados tem um projeto que visa punir com multa o motorista que parar o carro na pista de rolamento ou no acostamento para brigar no trânsito. A proposta classifica a infração como grave e prevê ainda que o motorista pode perder o direito de dirigir por um período que varia de dois meses a dois anos, em caso de reincidência. O autor da proposta, deputado Célio Studart (PSD-CE), diz que recebe inúmeros relatos de mortes causadas por brigas no trânsito. Ele acredita que punição pode ajudar no controle de quem perdeu a paciência e se envolveu em ocorrência enquanto dirige. “Nós estamos propondo que seja infração grave no CTB [Código de Trânsito Brasileio], mas que também, na reincidência, essa pessoa tenha a sua CNH suspensa por até dois anos. Então, nós temos aí multa e também a possibilidade dela ter uma suspensão de dois meses a oito meses ou na reincidência de oito meses a dois anos. É de fato uma forma de tentar impedir, de acabar, com os recorrentes brigões do trânsito”, afirma o deputado.

Otacílio admite: é nervoso no trânsito e algumas vezes já bateu boca com outros motoristas, mas sempre dentro do carro. Para ele, a proposta que vai punir o motorista que para o carro para brigar pode ser uma medida para evitar mortes. “Eu acho certo, porque sai muita morte no trânsito. Isso está certo mesmo, porque dentro do carro não tem agressão, se o pessoal não descer do carro, a não ser só verbal. O João faz parte do grupo dos brigões e avalia que os motoristas não se respeitam: “Enquanto nós não estivermos respeitando o próximo no trânsito, sempre vai haver desavença. E já houve até em morte por causa de respeito. Enquanto o trânsito não for respeitado, sempre vai ter essa confusão”, opina.

Fonte: Jovem Pan


Opnião dos Leitores

Você não está autenticado, clique aqui. para acessar o sistema!.


Notícia FM

Ligou, virou Notícia!

Faixa Atual

Título

Artista

Ligou, virou Notícia!

Precisa de ajuda?