Com ruas e casas alagadas, cidades da região de Campinas iniciam trabalho de rescaldo

Publicidade

Ainda com ruas e casas alagadas após a forte chuva do final de semana, cidades da região de Campinas (SP) iniciaram, nesta segunda-feira (31), o trabalho de rescaldo dos estragos e transtornos causados pelo temporal.

Além disso, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a previsão é de mais chuva volumosa na região durante esta segunda-feira. A Defesa Civil de Campinas (SP) permanece em alerta para monitorar as áreas de risco.

Entre os municípios atingidos, Monte Mor (SP) é o que tem a situação mais grave. Mesmo mais de um dia depois da chuva, que atingiu a região entre a noite de sábado (29) e a manhã de domingo (30), a cidade ainda tem seis bairros alagados, o que provocou transtornos aos moradores e motoristas na manhã desta segunda.

As áreas alagadas são: Jardim Capuavinha, Jardim Progresso, Jardim São José, Centro, Vila Farid Calil, e Chácaras Pindorama. A prefeitura suspendeu o retorno das aulas na rede municipal de ensino, previsto para esta segunda, por conta dos estragos causados pela chuva. A administração decretou estado de emergência.

No Centro de Monte Mor nesta segunda e verificou que as ruas estavam completamente alagadas. De acordo com a prefeitura, uma família que mora em um sobrado está ilhada na parte de cima da casa porque a residência alagou na área de baixo. Os bairros ficaram alagados por conta da cheia do Rio Capivari

Um idoso, que tem problemas cardíacos, precisa de medicação e a Defesa Civil vai decidir se vai resgatá-lo de barco ou levar o remédio até ele. No domingo, uma bebê também foi resgatada de barco pelo secretário do órgão. Não há informações sobre desabrigados ou desalojados.

Três pontes foram arrastadas pela força da água, e outras três sofreram danos, assim como estradas rurais.

Região

O número de cidades da região em estado de atenção para chuvas subiu de quatro para nove entre sábado e domingo, segundo boletim divulgado pela Defesa Civil.

A lista reúne Campinas, Hortolândia, Indaiatuba, Louveira, Monte Mor, Paulínia, Socorro, Valinhos e Vinhedo.

Duas estações elevatórias de esgoto de Campinas foram inundadas com a cheia do rio Capivari. A Sanasa, responsável pelo saneamento da metrópole, informou que o problema não afetou os moradores, mas ainda vai contabilizar os prejuízos materiais.

Em Sumaré, ao menos quatro bairros tiveram alagamentos e o Ribeirão Quilombo transbordou, o que causou a inundação de casas.

Já em Valinhos, 17 famílias precisaram ser retiradas de um condomínio após a queda de um muro afetar blocos residenciais.

Um deslizamento de terra provocou bloqueio em uma das pistas da Rodovia Jornalista Francisco Aguirra Proença (SP-101), a Campinas-Monte Mor (SP), na altura do Jardim Rosolém, em Hortolândia. A cidade também registrou outros prejuízos.

Fonte: G1


Opnião dos Leitores

Você não está autenticado, clique aqui. para acessar o sistema!.


Notícia FM

Ligou, virou Notícia!

Faixa Atual

Título

Artista

Ligou, virou Notícia!

Precisa de ajuda?