Ex-reitor da Basílica de Santo Antônio de Americana, padre Pedro Leandro Ricardo, foi condenado a 21 anos de prisão

Publicidade

O ex-reitor da Basílica de Santo Antônio de Americana, padre Pedro Leandro Ricardo, foi condenado a 21 anos de prisão, em regime fechado, por abusos sexuais. Ele nega as acusações e fala em perseguição. A sentença foi dada nesta quinta-feira (19). A defesa dele afirmou que irá recorrer, enquanto isso ele segue em liberdade.

Padre Leandro, foi demitido da igreja pelo Papa Francisco em março, ele foi acusado pelo Ministério Público de abusar de quatro coroinhas durante sua passagem pela Paróquia São Francisco de Assis, em Araras, entre 2003 e 2006.

A condenação, entretanto, o considerou culpado de dois dos casos, um deles ocorrido em 2002 e outro relacionado ao período de 2005 a 2006, ambos envolvendo adolescentes.

A Justiça concluiu que Padre Leandro valeu-se de sua “posição sacerdotal, de sua boa reputação à época e da força religiosa, para perpetrar os abusos relatados nos autos”.

A sentença definiu que o religioso cometeu o crime de violação sexual mediante fraude (art. 214 do Código Penal) por duas vezes, com pena aumentada pelo fato de ter autoridade sobre as vítimas, no contexto da relação padre e coroinhas.

Já quanto à acusação envolvendo outras duas vítimas, o crime que o Ministério Público apontava que Leandro havia cometido foi desqualificado para uma contravenção penal e acabou tendo a punição extinta.


Opnião dos Leitores

Você não está autenticado, clique aqui. para acessar o sistema!.


Notícia FM

Ligou, virou Notícia!

Faixa Atual

Título

Artista

Ligou, virou Notícia!

Precisa de ajuda?