Morre João Carlos di Genio, fundador do grupo Unip/Objetivo, aos 82 anos

Publicidade

João Carlos di Genio, fundador de um dos maiores grupos de educação privada no país, o Unip/Objetivo, morreu de causas naturais no sábado (12), aos 82 anos, em sua casa no bairro paulistano dos Jardins.

Di Genio, que faria 83 anos no próximo dia 27, deixou esposa e três filhos adolescentes. Ele será velado no centro da capital paulista.

De estudante a professor

Em 1961, Di Genio passou em 1º lugar em medicina – em duas universidades, entre elas a concorrida Universidade de São Paulo (USP) –, o que causou bastante furor à época.

Ainda estudante, ele passou a dar aulas de física em um curso preparatório para os vestibulares de medicina, então conhecido como Cescem.

Foi no Cescem que ele se descobriu professor, e mesmo após formar-se como médico, Di Genio escolheu continuar nas salas de aula.

Nascimento do Objetivo

Em dezembro de 1965, Di Genio e alguns professores e estudantes de medicina da USP – como Dráuzio Varella, Roger Patti e Tadasi Itto – decidiram abrir o próprio curso e o batizaram de Objetivo.

O Colégio Objetivo foi fundado em 1971 e, no ano seguinte, foram criadas as faculdades Objetivo.

Em 1988, elas foram transformadas na Universidade Paulista (Unip) – que hoje acolhe mais de 200.000 alunos de ensino superior em diversas áreas, incluindo o recente curso de medicina.

‘Riqueza do país’

Di Genio tinha especial cuidado com crianças que, assim como ele, têm QI elevado, são superdotadas ou altamente habilidosas.

Segundo dizia, a “inteligência e os talentos deveriam ser tratados como a riqueza de um país”.

Além disso, ele advogou pela inclusão de estudantes com deficiência na sala de aula, e acolheu alunos com as mais diversas síndromes e dificuldades.

Fonte: G1


Opnião dos Leitores

Você não está autenticado, clique aqui. para acessar o sistema!.


Notícia FM

Ligou, virou Notícia!

Faixa Atual

Título

Artista

Ligou, virou Notícia!

Precisa de ajuda?