Prefeitura de Hortolândia entrega 120 títulos de posse de moradia no Jardim Santa Fé

Publicidade

Uma luta de 20 anos com um belo final feliz. Este era o sentimento das 120 famílias presentes no último sábado (26/03) na EMEF (Escola Municipal de Ensino Fundamental) “Professora Helena Futava Takahashi” no ato de entrega dos títulos de posse, documento que atesta a propriedade dos imóveis, fruto do programa de Regularização Fundiária desenvolvido pela Prefeitura de Hortolândia.

Durante a atividade, o prefeito José Nazareno Zezé Gomes, acompanhado do secretário municipal de Habitação, Rogério Mion, destacou o empenho da sua Administração para resolver o problema da comunidade do Santa Fé, uma luta popular de mais de 20 anos pelo sonho de conquistar a casa própria. “Realizar essa regularização não foi uma medida fácil. Tivemos muitas conversas com o proprietário da área, até que conseguimos, no final do ano passado ter o domínio da área ocupada no Santa Fé. Com a posse da Prefeitura, foi possível dar andamento nos trâmites burocráticos, garantindo esse importante benefício, que é a garantia pelo título de posse do terreno. Agora, os moradores são os verdadeiros proprietários das suas casas”, destacou Zezé Gomes.

Para o secretário de Habitação, Rogério Mion, a regularização fundiária do Jardim Santa Fé foi uma ação muito significativa para o Governo Municipal e para as famílias beneficiadas, que recebem o título de posse de forma gratuita. “Entregamos os títulos de Legitimação Fundiária para 120 famílias, que nada mais é do que o mecanismo de reconhecimento da aquisição originária do direito real de propriedade. Essas famílias esperam por muitos anos, pelos documentos que garantem a regularização dos seus imóveis. Lembrando que estes títulos que estão sendo viabilizados não têm nenhum custo para as famílias beneficiadas. Dia após dia, estamos buscando meios e mecanismos para interferir de forma positiva na vida dessas famílias. A Secretaria de Habitação segue acreditando e trabalhando de forma significativa para impactar vidas”, declarou Mion.

Há 20 anos morando na então ocupação do Santa Fé, a aposentada Marta Marli Furtado, ao receber o título de posse afirmou que essa era a maior vitória da sua vida e disse que o imóvel garantirá segurança, em especial, para a sua filha. “Foi uma vitória muito grande. Ficar num lugar que você não sabe se vai ficar ou se vai sair, é a pior coisa que pode acontecer na vida de uma pessoa. Agora, com esse documento, eu sei que a minha filha não vai ficar na rua, não vai ficar desamparada se um dia eu faltar. Fico feliz porque poderei deixar algo para ela”, comentou Marta.

Outro exemplo é do morador Jonas Borges da Costa. Morador há 15 anos da ocupação do Santa Fé, ele disse que receber a documentação de posse é motivo de grande alegria e que, agora, poderá investir no imóvel sem ter o medo de ser expulso por uma suposta reintegração de área. “Sem dúvida é motivo de grande alegria pegar a documentação e ter a garantia que a casa é nossa. A insegurança deu lugar à esperança quando os funcionários da Prefeitura foram em casa explicar sobre o processo de regularização e solicitando documentos para que o título de posse fosse realizado. Isso nos passou uma segurança muito grande de que o sonho estava próximo de se tornar real. Com fé, esse sonho foi alcançado e, agora, é reformar a casa e deixar como legado para nossos filhos”, finalizou Costa.

Com a entrega dos 120 títulos de posse, o prefeito Zezé Gomes informou que, agora, inicia-se uma série de ações em busca da tão aguardada infraestrutura. O primeiro passo, segundo o prefeito, será a implantação do sistema de energia elétrica da CPFL. “Em breve, o sistema elétrico chegará para todas as casas do Santa Fé e a Prefeitura trabalhará na busca das demais ações de infraestrutura, como a rede coletora de esgotos e pavimentação”, finalizou.

A atividade contou ainda com a presença dos vereadores Aldemir Clemente, Clodoaldo Santos da Silva, Dionatan Domingues, Edivaldo Araújo e Enoque Leal Moura, Reginaldo Roberto Rodrigues da Costa, o Régis da Serralheria e Valdecir Alves Pereira, o Nego, e os secretários adjuntos Renato Franceschini Bueno (Habitação) e Claudinei Prazeres (Cultura).

Fonte: Assessoria Comunicação Prefeitura Hortolândia


Opnião dos Leitores

Você não está autenticado, clique aqui. para acessar o sistema!.


Notícia FM

Ligou, virou Notícia!

Faixa Atual

Título

Artista

Ligou, virou Notícia!

Precisa de ajuda?