Recomeça: veja o passo a passo para empreendedor obter empréstimo em programa de Campinas e Sebrae

Publicidade

O programa Recomeça, parceria entre Campinas (SP) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), recebe a partir desta segunda-feira (21) as solicitações para concessão de empréstimos de R$ 5 mil a R$ 50 mil aos microempreendedores, microempresas e empresas de pequeno porte, com objetivo de fortalecer a economia em meio aos reflexos da pandemia.

A expectativa da prefeitura é que R$ 130 milhões sejam oferecidos para microempreendedores individuais (MEI), microempresas (ME) e empresas de pequeno porte (EPP), mas não há uma estimativa fechada sobre quantos empreendedores podem ser beneficiados e em quanto tempo este montante disponível deve ser atingido.

1-O empreendedor deve, inicialmente, procurar por uma das cinco instituições financeiras cadastradas até o momento para empréstimos. Os nomes, endereços e contatos estão disponíveis em site da prefeitura. Segundo a Secretária de Desenvolvimento, Adriana Flosi, nesta etapa há uma análise de crédito para uso dos recursos como investimento ou capital de giro;

2-O empreendedor deve ir ao Sebrae, onde há capacitação e elaboração de um plano de negócios. A administração assinou um termo de cooperação técnica e, com isso, a instituição acompanha a evolução da empresa até o fim, diz o diretor de Administração e Finanças, Guilherme Campos.

3-Com documentação aprovada e capacitação concluída, o empreendedor está apto a receber.

4-A Associação Garantidora de Crédito Paulista aprova a garantia.;

5-O recurso é liberado ao empreendedor;

6-O Sebrae acompanha e oferece orientações sobre uso dos recursos;

A prefeitura destacou que o credenciamento de outras instituições financeiras segue aberto, mas considerou que o número registrado até esta sexta já é suficiente para atender ao programa.

Limite de empréstimo

Microempreendedores individuais (MEI) podem solicitar até R$ 30 mil para investimentos;

Microempresas (ME) e empresas de pequeno porte (EPP) podem reivindicar até R$ 50 mil para investimento e/ou capital de giro;

Quanto tempo leva?

A presidente da Associação de Garantia de Crédito Paulista, Maria Antônia Bueno, estima que há necessidade de um tempo médio de 20 dias entre a solicitação e a liberação do crédito. “Vai depender da agilidade em apresentar os documentos, projeto, e a análise de crédito é razoavelmente simples.”

Condições do empréstimo

Prazo de pagamento de até 36 meses;

Carência de até seis meses;

De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, os valores são baseados na Taxa Selic.

Até 6 meses – 175%

De 7 a 12 meses – 255%

De 13 a 18 meses – 275%

De 19 a 24 meses – 325%

Até 36 meses – 350%

Histórico

O Recomeça foi lançado em dezembro de 2021 e, à época, o prefeito, Dário Saadi (Republicanos), chegou a afirmar que esperava que os créditos começassem neste mês. Em 8 de fevereiro, a prefeitura homologou o contrato com a sociedade garantidora para aporte de R$ 10 milhões ao programa.

Segundo o Executivo, o montante que sai dos cofres públicos municipais ao Fundo de Apoio à Atividade Econômica serve para estabelecer uma garantia dos financiamentos.

Ao anunciar o projeto para criação do programa em julho de 2021, a prefeitura havia estipulado teto de R$ 80 mil, mas houve uma readequação do plano. Em dezembro, quando assinou o decreto que criou o Recomeça, Dário explicou que a redução do teto tem a finalidade de abranger mais empresários.

Fonte: G1


Opnião dos Leitores

Você não está autenticado, clique aqui. para acessar o sistema!.


Notícia FM

Ligou, virou Notícia!

Faixa Atual

Título

Artista

Ligou, virou Notícia!

Precisa de ajuda?