Região de Campinas tem 5 cidades entre as mais afetadas por fraudes e furtos de energia, aponta CPFL

Publicidade

A região de Campinas (SP) tem cinco municípios entre os dez que mais têm perdas de energia elétrica por causa de fraudes e furtos, segundo levantamento da Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL) Paulista. Monte Mor lidera em problemas constatados, com 481 fraudes detectadas durante um total de 3.520 inspeções; um índice de 13,66%.

Em seguida aparecem Americana, Campinas, Hortolândia e Sumaré, o balanço da companhia corresponde ao ano de 2021.

Nestas cinco cidades, foram 79.083 inspeções no total, que resultaram em 8.877 constatações de fraudes – também conhecidas como “gatos” – e 93,4 GWh de energia recuperada.

O levantamento realizado pela CPFL Paulista considerou 31 localidades do departamento regional da companhia. O volume de energia recuperada em todos os municípios inspecionados seria o bastante para abastecer cerca de 60 mil residências pelo período de um ano, o equivalente a 129 GWh.

Resumo geral das inspeções

102,2 mil vistorias

11,4 mil fraudes (“gatos”)

129GWh de energia recuperada

Região de Piracicaba no topo

Entre as 10 cidades mais afetadas de 2021 no estudo da CPFL, Santa Bárbara d’Oeste, na região de Piracicaba, ocupou a primeira posição, com índice de 15,43%. Das 1.659 inspeções no ano passado, 256 foram constatadas como sendo irregulares – veja mais detalhes aqui e no vídeo no início da reportagem.

Tecnologia aumenta combate

Segundo a companhia, o uso de tecnologia de ponta permitiu que o número de fraudes constatadas fosse ampliado com o passar dos anos. As inspeções também passaram a ser mais efetivas, combatendo a prática.

“As distribuidoras do Grupo CPFL realizam inspeções para combater fraudes e furtos de energia de maneira contínua. Diversas ações são realizadas, inclusive, em parceria com a Polícia Civil. Há duas razões centrais para essas operações: a segurança e a justiça com os demais clientes”, informou a instituição.

Risco aos moradores

A instalação clandestina de rede elétrica coloca em risco a vida de moradores e também comércios e residências.

“A rede de energia segue padrões e normas de segurança para a sua construção e manutenção, incluindo as novas ligações de energia. Por isso, somente técnicos da distribuidora podem atuar na rede”, ressaltou a CPFL.

Além disso, o custo da energia furtada também acaba sendo cobrado, em parte, dos clientes da companhia que pagam todas as suas contas regularmente. A outra parte é assumida pela distribuidora.

As ligações irregulares também deixam o sistema de energia elétrica instável, causando desligamentos e problemas em transformadores.

Como denunciar

Clientes da CPFL Paulista podem fazer denúncias quando perceberem algum local com ligação clandestina. Os caminhos são pelo aplicativo “CPFL Energia”, disponível para todas as plataformas de dispositivos móveis, pelo site www.cpfl.com.br/fraude, ou pelo e-mail denunciafraude@cpfl.com.br.

Fonte: G1


Opnião dos Leitores

Você não está autenticado, clique aqui. para acessar o sistema!.


Notícia FM

Ligou, virou Notícia!

Faixa Atual

Título

Artista

Ligou, virou Notícia!

Precisa de ajuda?