Taxa de testes positivos de Covid feitos na farmácia cai 15,7% na última semana de janeiro

Publicidade

O número de testes positivos registrados na última semana de janeiro recuou pela primeira vez desde novembro, com uma queda de 15,7% em relação ao período anterior. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (3) pela Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma) e se referem aos testes rápidos de antígeno vendidos nas farmácias.

  • No total, foram realizados 636.746 testes nas farmácias para detectar a Covid-19 entre 24 e 30 de janeiro;
  • Na semana anterior, entre 17 e 23 de janeiro, foram 740.707. Ou seja: houve uma queda de 14% no número absoluto de testes – positivos e negativos – entre os dois períodos;
  • Entre os testes realizados na última semana do mês, 269.245 (42,28%) apresentaram resultado positivo;
  • No período anterior, na terceira semana, foram 319.574 pessoas detectadas com o vírus (43,19%).
    Ou seja, entre as duas semanas, a queda no número de positivos foi de 15,7%.

De acordo com a Abrafarma, a pesquisa leva em consideração os testes realizados em 4.722 estabelecimentos em todos os estados do Brasil e no Distrito Federal.

“Essa redução pode representar um sinal de esperança, mas ainda estamos distantes do controle efetivo da pandemia. Afinal, seguimos acima do índice de 40% de positivados”, disse Sérgio Mena Barreto, CEO da Abrafarma.

“Os casos cresceram quase sete vezes em janeiro na comparação com dezembro, que por sua vez viu o número de positivados triplicar em relação a novembro”, acrescenta.

Exames laboratoriais ainda em alta

Enquanto os testes de farmácia apresentaram uma primeira queda, os exames laboratoriais para Covid-19 continuam com altas consecutivas de diagnósticos positivos para a doença.

Na última semana de janeiro, entre os dias 24 e 30, a taxa de testes laboratoriais com resultado positivo para a Covid-19 foi de 60%, segundo a Associação Brasileira de Medicina Diagnóstica (Abramed). Foram realizados 390 mil exames durante o período, uma alta de 18% em relação à semana anterior.

Principais dados divulgados nesta quarta-feira (2):

  • Entre 24 e 30 de janeiro, os laboratórios da Abramed fizeram 390 mil exames laboratoriais para detectar a Covid-19 no país e 60% deles apresentaram resultado positivo;
  • Na semana anterior, entre 17 e 23 de janeiro, foram realizados 320 mil exames. Ou seja: entre a terceira e a quarta semana houve uma procura 18% maior;
  • A taxa de positividade para a Covid-19 também aumentou: entre as duas semanas, passou de 57% para 60%;

Por outro lado, a procura de exames para identificar o vírus Influenza caiu 12% no mesmo período, sendo que foram realizados 150 mil na última semana de janeiro. A taxa de positividade passou de 7,7% para 2,8%.

Os dados referentes aos testes laboratoriais de Covid representam majoritariamente os do tipo RT-PCR, que busca identificar o material genético do vírus no corpo humano, mas também se referem a alguns de antígeno, quando é verificada a resposta do sistema imunológico.

Já com relação ao Influenza, a Abramed esclarece que o “pico de positividade não foi em janeiro, mas sim na última semana de dezembro, quando a taxa de positividade chegou a 41%”. Segundo a associação, a taxa média de positividade para o vírus da gripe no primeiro mês do ano foi de 12,5%.

Fonte: G1


Opnião dos Leitores

Você não está autenticado, clique aqui. para acessar o sistema!.


Notícia FM

Ligou, virou Notícia!

Faixa Atual

Título

Artista

Ligou, virou Notícia!

Precisa de ajuda?