Vai pegar a estrada? Confira dicas de segurança e veja o que checar antes de viajar

Publicidade

Com a chegada do verão e as férias escolares, o volume de veículos nas estradas aumenta, e com ele, o índice de acidentes nas rodovias também cresce.

Para garantir uma viagem sem preocupações, o JN lista as dicas que órgãos de segurança e um especialista em trânsito dão para motoristas e que devem ser seguidas antes e durante o trajeto de carro.

O Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-SP) orienta os condutores a ficarem atentos aos equipamentos obrigatórios do veículo: checar os freios, as condições gerais do sistema de iluminação, pneus, limpadores de para-brisa e o cinto de segurança antes de pegar a estrada.

O órgão também lembra que é importante se atentar para as documentações necessárias e que elas estejam em dia, como a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e o documento do carro, o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV). Ambos podem ser físicos ou digitais – as versões eletrônicas podem ser emitidas pelo aplicativo Detran Digital ou pelo Portal de Serviços do Detran.

Planejamento do trajeto

Além de realizar a revisão do veículo, Artur Morais, mestre e doutor em transportes pela Universidade de Brasília (UnB), enfatiza a importância de o condutor planejar o trajeto a ser feito até o destino final. O especialista afirma que as pausas para descansar também são essenciais na viagem de carro.

“As paradas são fundamentais para evitar um cansaço físico muito grande. Não ter pressa para chegar é importante, pois um dos principais fatores de acidentes é o excesso de velocidade”, diz Artur Morais.

O especialista em transportes também ressalta que o motorista precisa ficar ainda mais atento neste período chuvoso, e se manter informado sobre a situação da região para a qual vai viajar, por conta da condição das estradas e interdições, como as que estão ocorrendo em municípios na Bahia, onde as chuvas intensas causaram estragos em diversas cidades e em rodovias que passam pelo estado.

“O motorista deve estar sempre bem informado sobre o local para onde vai viajar, e durante a viagem, prestar atenção na velocidade do veículo, principalmente em condições de chuva. Todo esse processo faz parte do planejamento do trajeto”, afirma o especialista

Direção segura

Durante o percurso da viajem, a PRF destaca que os condutores devem ter atenção redobrada e respeitar os limites de velocidade das rodovias e as condições de ultrapassagens.

Nos trechos que se encontram em obras, o órgão recomenda que os motoristas reduzam a velocidade e obedeçam a sinalização do local. A atenção em cruzamentos e áreas urbanas também deve ser redobrada.

Confira os cuidados recomendados pela PRF:

Cuidados antes de pegar a estrada:

  • Certifique que o carro esteja revisado, principalmente em relação aos freios e suspensão;
  • Verifique a existência dos equipamentos obrigatórios como estepe, triângulo e “macaco”;
  • Não consuma bebidas alcoólicas antes da viagem;
  • Esteja descansado e durma bem na noite anterior;
  • Teste faróis, limpadores de para-brisas e luzes traseiras;
  • Ajuste sua posição de condução de maneira correta e verifique se todos estão com cinto de segurança e com seus documentos de identidade.

Cuidados durante a viagem:

  • Atenção e respeito com a sinalização de trânsito;
  • Atenção para dias chuvosos, reduza a velocidade, acenda os faróis, mantenha distância segura do veículo da frente e se não tiver visibilidade da via procure um local seguro fora da pista;
  • Atenção total a via, não mexa no celular ou faça movimentos que tire seu foco da rodovia;
  • Não faça ultrapassagens proibidas.

O que fazer em situações de emergência?

O Detran-|SP recomenda aos motoristas que tenham sempre em mãos um número de socorro, em caso de situações de emergência. O órgão de trânsito também recomenda que o condutor anote o telefone de atendimento das concessionárias por onde passar.

Veja números úteis em caso de emergência:

  • 190 – Polícia Militar: recebe informações de acidentes, furto, roubo, entre outros.
  • 191 – Polícia Rodoviária Federal: fiscaliza rodovias e estradas federais, é possível alertar sobre ocorrências, acidentes, crimes, por exemplo.
  • 192 – Samu: serviço médico brasileiro para casos de emergência.
  • 193 – Corpo de Bombeiros: atendem a incêndios, acidentes gerais e com animais, vazamentos de gás, produtos químicos, alagamentos e queimadas.
  • 198 – Polícia Rodoviária Estadual: pedidos de socorro e reclamações.
  • 199 – Defesa Civil: socorre, assiste e ajuda na recuperação da população em caso de desastres, sejam chuvas ou outras situações de risco.
  • 180 – Central de atendimento à mulher: criado para dar mais informações sobre direitos femininos e apoio psicológico a mulheres em situação de violência, além de receber denúncias específicas sobre cárcere privado e tráfico de mulheres.
  • 100 – Direitos Humanos: para denúncias contra violência, abuso sexual, agressões físicas e/ou psicológicas cometidas contra crianças e adolescentes, denúncias de pessoas em situação de rua, da população LGBT, de pessoas com deficiência e idosos.

Fonte: G1


Opnião dos Leitores

Você não está autenticado, clique aqui. para acessar o sistema!.


Notícia FM

Ligou, virou Notícia!

Faixa Atual

Título

Artista

Ligou, virou Notícia!

Precisa de ajuda?