Polícia Civil de Minas Gerais investiga vazamento de vídeo íntimo de Natália, do ‘BBB 22’

Publicidade


A Polícia Civil de Minas Gerais instaurou um procedimento investigatório para apurar os fatos do vazamento de um vídeo íntimo em que a participante do “BBB 22” Natália Deodato, de 22 anos, aparece fazendo sexo oral em um ex-namorado. O suspeito do crime é um homem de 39 anos.
De acordo com a especializada, a equipe da mineira fez a denúncia na noite de terça-feira. O caso está sendo investigado pela Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, em Belo Horizonte, Minas Gerais.

“A Polícia Civil recebeu a denúncia, ontem (18/1) à noite, na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, em BH, e foi instaurado procedimento investigatório para apurar os fatos. A equipe faz os levantamentos, com base nos relatos da denúncia, para identificar o crime praticado pelo suspeito, de 39 anos”, diz o comunicado.
Confinada no “Big Brother Brasil 22”, a participante Natália teve um vídeo íntimo vazado na web nesta terça-feira. Nas imagens, a modelo e designer de unhas aparece fazendo sexo oral em um ex-namorado. A equipe da sister confirmou a veracidade do registro e fez um apelo aos seguidores para que eles ajudem a denunciar o crime virtual contra a mineira.

“ATENÇÃO. A Equipe já está ciente das mídias que estão sendo compartilhadas e iremos tomar as medidas cabíveis. O compartilhamento desse conteúdo é um desrespeito a participante enquanto mulher e também a família dela”, começou o comunicado.

“Isso é muito sério e nenhuma pessoa deveria passar por essa exposição. Pedimos que denunciem todas as publicações e também perfis que estão compartilhando. Precisamos derrubar esse conteúdo e precisamos da ajuda de vocês!”, continuou a equipe da sister.
A equipe da mineira reforçou que está tomando as medidas cabíveis contra a veiculação do vídeo e pediu para que fãs enviem prints de lugares da web onde o vídeo está circulando. Outros participantes do “BBB 22”, como Brunna Gonçalves, Eslovênia, Laís, jessilane, Tiago Abravanel e Paulo André, também repudiaram a divulgação do vídeo e reforçaram o pedido de ajuda.

Desde setembro de 2018, a lei n° 13.718 acrescentou o dispositivo do artigo 218-C ao Código Penal Brasileiro que tornou crime divulgação desse tipo de conteúdo. Portanto, repassar vídeos íntimos de terceiros também é crime. Vítimas desse tipo de crime devem procurar delegacia especializada em crimes cibernéticos ou delegacia da mulher caso existem em suas cidades.

Outros participantes também já tiveram vídeos vazados

Não é a primeira vez que um participante do “BBB” tem um vídeo vazado na web enquanto está confinando no reality global. Na edição de 2012, a participante Renata Dávila teve um vídeo em que aparecia fazendo sexo com namorado exposto na web. Na mesma edição, Jonas Sulzbach e Yuri Fernandes também tiveram sua intimidade exposta.

Já no “BBB 20”, o ex-jogador Hadson teve uma suposta nude divulgada nas redes sociais, mas ele não confirmou a veracidade do registro até hoje. Já Mayra Cardi, que participou do “BBB 9”, teve um vídeo em que aparecia fazendo sexo vazado no dia da sua eliminação. A ex-sister já revelou que a situação lhe causou muito sofrimento.

Fonte: O Dia

Marcado como

Opnião dos Leitores

Você não está autenticado, clique aqui. para acessar o sistema!.


Notícia FM

Ligou, virou Notícia!

Faixa Atual

Título

Artista

Ligou, virou Notícia!

Precisa de ajuda?