Após reclamações de Daniel Alves, São Paulo diz que ainda busca parceiros para pagar lateral

No projeto do São Paulo ao anunciar Daniel Alves, em 2019, a ideia era que parte dos vencimentos do jogador, uma estrela mundial, seria paga com a exploração da imagem do atleta em acordos com parceiros comerciais. O plano nunca deu certo.

Ele, porém, ainda não foi abandonado, dois anos depois da chegada do jogador ao Morumbi.

Segundo afirmou o diretor de marketing do São Paulo, Eduardo Toni, em entrevista coletiva nesta sexta-feira, o clube entende a dificuldade de encontrar interessados tanto tempo depois da apresentação de Daniel Alves, mas continua prospectando possíveis parceiros:

– O Daniel é um dos grandes ativos do São Paulo, como é o Miranda, o Crespo. Tem uma imagem internacional que agrega valor ao clube. Entendemos que o grande momento para que fosse criado foi na chegada dele, em 2019. Por uma série de questões, isso não foi realizado com sucesso – disse Toni em evento de apresentação da Roku como nova patrocinadora tricolor.

– Hoje ainda buscamos projetos, temos negociações, falamos com os empresários dele, temos gente no mercado prospectando. É mais difícil pelo timing, mas ainda queremos buscar recursos usando a imagem do Daniel Alves – concluiu.

No último sábado, logo após conquistar a medalha de ouro nos Jogos de Tóquio, Daniel Alves reclamou do clube, a quem acusou de “falhar” com ele, e também pediu que fosse respeitado. A origem das críticas é a dívida superior a R$ 10 milhões que o São Paulo mantém com o lateral por pagamentos atrasados.

De acordo com o agente de Daniel Alves, Fransérgio Bastos, em informação confirmada pela assessoria de imprensa do atleta, houve uma reunião em abril entre as partes em que o São Paulo teria prometido quitar a dívida em junho ou julho, o que não se cumpriu. O clube admite negociações, mas nega ter feito promessas ao veterano.

Fonte: GE


Opnião dos Leitores

Você não está autenticado, clique aqui. para acessar o sistema!.


Faixa Atual

Título

Artista

Abrir conversa
Precisa de ajuda?