Artilharia da Champions por país: Real Madrid assegura Brasil líder, mas pelotão europeu se aproxima

Publicidade

Se Brasil e França polarizaram a disputa do Ranking de artilharia por país da Liga dos Campeões nos últimos três anos, ao que tudo indica, na temporada 2021/22, teremos mais candidatos ao troféu. Transcorrida metade da fase de grupos, o Brasil lidera, com 12 gols, mas outros três países estão fungando no cangote: Espanha, França e Alemanha, todos com um golzinho a menos. Portugal, que sempre pode contar com os gols de Cristiano Ronaldo, tem dez bolas na rede. Ou seja: vale a pena acompanhar rodada a rodada essa apertada disputa.

O Brasil assegurou a liderança muito por conta do Real Madrid, que aproveitou a qualidade de Vinícius Júnior e Rodrygo para dizimar o Shakhtar Donetsk na Ucrânia: 5 a 0. Vini marcou dois belos gols, e Rodrygo anotou mais um. Outro brasuca que deixou sua marca foi Antony, contribuindo com um gol para os 4 a 0 do Ajax sobre o Borussia Dortmund – e olha que Haaland esteve em campo, hein. Companheiro de Antony, Haller também carimbou o time alemão, mantendo-se na artilharia isolada da Champions, com seis gols.

Antes de falar dos demais países, precisamos dar espaço para Messi e Cristiano Ronaldo, que decidiram jogos importantes. O argentino fez dois gols na vitória apertada do PSG sobre o RB Leipzig (3 a 2), com direito a cavadinha infame no pênalti do terceiro gol. Já o português mandou cabeçada certeira para garantir a virada de 3 a 2 do Manchester United, em partida que se desenhava a favor da Atalanta, que chegou a abrir 2 a 0. Cristiano tem os mesmos três gols de Messi na edição atual, e os parceiros lusitanos vão colaborando para a quinta colocação de Portugal. Já a Argentina segue fora do Top 10, com meros quatro gols – Dybala fez o único gol hermano, além dos de Messi.

A trinca de vices da nossa lista se destacou na rodada, com cinco gols para cada país. A França foi às redes com Griezmann (responsável por dois gols e uma expulsão bizarra na derrota de 3 a 2 do Atlético de Madrid para o Liverpool); Benzema, que segue voando na temporada; Mbappé e Mukiele, em lados opostos em PSG x RB Leipzig. Aliás, Neymar não jogou a partida, por conta de dores musculares.

A Espanha, que soma 11 jogadores diferentes com um gol cada, se fiou no Villarreal, que venceu por 4 a 1 o Young Boys, da Suíça. Alberto Moreno, Gerard Moreno e Yéremy Pino assinaram seus gols pelo Submarino Amarelo. Piqué definiu a primeira vitória do Barcelona, diante do Dínamo de Kiev, e Sarabia deixou o seu no triunfo do Sporting.

Pela Alemanha, Sané anotou dois na goleada – mais uma – do Bayern de Munique, desta vez sobre o Benfica, de Jorge Jesus (4 a 0); Havertz marcou pelo Chelsea no tranquilo passeio diante do Malmö; Adeyemi (RB Salzburg) e Lukas Nmecha (Wolfsburg) fecharam a lista alemã.

Artilheiros da Liga dos Campeões 2021/22:
1. Haller (Ajax) – 6 gols
2. Lewandowski (Bayern de Munique) e Salah (Liverpool) – 5 gols cada
4. Nkunku (RB Leipzig) – 4 gols

Importante: o critério para definir o país dos jogadores é a seleção que defendem atualmente. Exemplo: Thiago Alcântara (Liverpool) é filho do brasileiro Mazinho, nasceu na Itália e defende a Espanha. Portanto, se marcar na edição atual, entrará na estatística espanhola.

Fonte: GE


Opnião dos Leitores

Você não está autenticado, clique aqui. para acessar o sistema!.


Notícia FM

Ligou, virou Notícia!

Faixa Atual

Título

Artista

Ligou, virou Notícia!

Precisa de ajuda?