Brasil conquista seis medalhas no Mundial de natação paralímpica

Publicidade

O Brasil conquistou mais seis medalhas, duas de ouro, duas pratas e dois bronzes, no Campeonato Mundial de natação paralímpica, que está sendo disputado na Ilha da Madeira, em Portugal. Assim, o país já soma 13 pódios na competição, que segue até domingo. O destaque do dia ficou por conta de Samuel Oliveira, campeão dos 50m costas na classe S5 e líder do país no revezamento 4x50m livre misto que também foi medalha de ouro.

Ele, de apenas 16 anos, foi atingido por descarga elétrica de 13 mil volts ao tentar desenroscar uma pipa presa em uma árvore. O choque foi imediato ao encostarem uma barra de ferro na fiação encoberta pela folhagem. Os braços entraram em estado de necrose e, para evitar uma infecção mais grave, precisaram ser amputados na altura dos ombros. Nesta segunda-feira, ele completou a prova em 36s58.

Na natação paralímpica, os atletas são divididos em 14 classes diferentes, referentes ao grau de dificuldade da deficiência dos competidores. As classes de S1 a S10 são de deficientes físicos-motores, a S1 com atletas com maior grau de deficiência, enquanto a S10 para de menor grau. As classes S11, S12 e S13 são para deficientes visuais, enquanto a S14 para deficientes intelectuais.

Duas horas depois de ganhar a prova individual, Samuel caiu na água de novo para o revezamento 4x50m livre misto, ao lado de Lídia Cruz, Daniel Mendes e Joana Neves. E, com o tempo de 2min20s40, levou o título.

Gabriel Bandeira, que tinha sido ouro nos 200m livre no primeiro dia, levou a prata nos 100m costas na classe S14, para deficientes intelectuais. Ele completou a prova em 59s86.

Na prova dos 100m livre da classe S4, dobradinha brasileira no pódio. Lídia Cruz levou a prata com o tempo de 1m26s21e Patrícia Santos com 1m31s27. Nos 150m medley da classe SM3, Larissa Rodrigues foi bronze com 3m56s62.

A competição segue até o fim de semana, sempre com as eliminatórias as 4h (no horário de Brasília) e as finais às 13h. O Brasil ainda tem diversas chances de medalha, já que é uma das cinco principais potências da modalidade.

MEDALHAS DO BRASIL ATÉ O MOMENTO NO MUNDIAL

 

🥇 Gabriel Bandeira 200m livre S14 (1º dia)
🥇 Maria Carol Santiago 100m borboleta S12 (1º dia)
🥇Samuel Oliveira 50m costas S5 (2º dia)
🥇revezamento 4x50m misto livre (20 pontos) – 2º dia
🥈Samuel Oliveira 50m livre S5 (1º dia)
🥈 Joana Neves 50m livre S5 (1º dia)
🥈Maria Carol Santiago 100m costas S12 (1º dia)
🥈Phelipe Rodrigues 50m livre S10 (1º dia)
🥈Gabriel Bandeira 100m costas S14 (2º dia)
🥈Lídia Cruz 100m livre S4 (2º dia)
🥉Patrícia Santos 50 peito SB3 (1º dia)
🥉Patrícia Santos 100m livre S4 (2º dia)
🥉Larissa Rodrigues 150 medley S3 (2º dia)

Fonte: GE
Foto: Ale Cabral/CPB
Marcado como

Opnião dos Leitores

Você não está autenticado, clique aqui. para acessar o sistema!.


Notícia FM

Ligou, virou Notícia!

Faixa Atual

Título

Artista

Ligou, virou Notícia!

Precisa de ajuda?