Bruno Soares e Murray levam virada, e Ram e Salisbury vencem US Open

Publicidade

Até as expectativas eram incógnitas. Sem poder disputar torneios preparatórios durante a recuperação de uma cirurgia para retirar o apêndice, Bruno Soares foi ganhando confiança e construindo com Jamie Murray uma bela trajetória no US Open de 2021. O título, porém, desta vez escapou. Após vencerem o primeiro set, o brasileiro e o britânico cederam a virada para Joe Salisbury e Rajeev Ram e se despediram com o vice. O jogo teve parciais de 3/6, 6/2 e 6/2.

Em toda a campanha no Grand Slam Ram e Salisbury só tinham sido quebrados em uma partida. E se viram ameaçados logo no game de estreia, com o americano no saque. Tiveram dois break points contra, mas salvaram ambos e conseguiram confirmar o serviço de abertura. No quarto game, com Bruno no saque, foi a vez de Ram volear para chegar ao break point. Murray, muito bem na rede, matou pontos em sequência para manter a igualdade em 2/2.

O jogo seguiu parelho até o sétimo game. Em nova chance de quebra, agora no saque de Salisbury, Murray se agigantou numa cruzada longa para selar a vantagem: 4/3. A dupla do brasileiro manteve o embalo até fechar o primeiro set. Um forehand de Ram para fora cedeu a segunda quebra e encerrou a parcial em 6/3.

No segundo set, uma cruzada perfeita de Salisbury deixou Bruno e Murray em apuros, e um golpe de Ram em cima do brasileiro rendeu a quebra já no primeiro game. O ponto deu confiança, e o americano e o britânico passaram o trator. Conseguiram uma segunda quebra e chegaram a 4/0 em um smash de Ram. O atropelo seguiu até o empate ser confirmado com um 6/2.

O terceiro set começou preocupante, com triplo break point para Ram e Salisbury no saque de Murray. O britânico acertou o fundamento, Bruno fez um ponto quase de joelhos, e os dois tiveram a chance de salvar e confirmar o serviço. Mas não aproveitaram e viram os rivais largarem na frente no set decisivo.

Murray e Bruno endureceram o jogo e pareceram recuperar a confiança com vitórias em ralis. Mas estava impossível parar Salisbury. O britânico se multiplicou em quadra com golpes improváveis e indefensáveis e assegurou nova quebra no sétimo game. No saque dele a parceria chegou ao triplo championship point. Bruno salvou o primeiro com bela paralela, mas Ram voleou para garantir a conquista: 6/2.

A campanha de Bruno Soares/Jamie Murray até a final
Vitória sobre Paul/Popyrin por 6/4 e 6/2
Vitória sobre Fratangelo/Eubanks por 7/6 e 6/4
Vitória sobre Ruusuvuori/Koepfer por 7/6, 6/7 e 6/1
Vitória sobre Granollers/Zeballos 6/7, 6/4 e 6/4
Vitória sobre Peers/Polasek por 6/3, 3/6 e 6/4

Campanha de Ram/Salisbury até a final
Vitória sobre Kwon/Sharan por 6/3 e 6/4
Vitória sobre Millman/Monteiro por 6/3 e 6/4
Vitória sobre Dodig/Bopanna por 6/7, 6/4 e 7/6
Vitória sobre Purcell/Ebden por 7/6, 6/7 e 7/6
Vitória sobre Johnson/Querrey por 7/6 e 6/4

Fonte: GE

#usopen #brunosoares #placar88


Opnião dos Leitores

Você não está autenticado, clique aqui. para acessar o sistema!.


Notícia FM

Ligou, virou Notícia!

Faixa Atual

Título

Artista

Ligou, virou Notícia!

Precisa de ajuda?