Campeão olímpico bate de frente com punição da FINA e compete na Rússia

Publicidade

O russo Evgeny Rylov, campeão dos 100m e 200m costas nos Jogos Olímpicos de Tóquio, disputou nesta terça-feira o Campeonato Russo de natação, apesar de ter sido punido pela Federação Internacional de Natação (FINA) por ter participado de um evento pró-guerra em Moscou, no mês passado.

O nadador foi terceiro colocado nos 100m costas, atrás de Kliment Kolesnikov e do segundo colocado Nikolai Zuev. Rylov foi banido na semana passada pela FINA de todas as competições até janeiro de 2023, mas o nadador não cumpriu as sanções, alegando que o campeonato nacional não é chancelado pela entidade internacional. A FINA investigará o caso para tomar providências.

– A FINA está ciente de que o Sr. Rylov competiu no Campeonato Russo e iniciou uma revisão interna para verificar se as sanções ou regras da FINA foram quebradas. O resultado desta revisão será anunciado oportunamente – disse a entidade, em nota oficial.

A FINA inicialmente permitiu que atletas da Rússia e da Bielorrússia competissem de forma neutra após a invasão da Ucrânia, antes de implementar uma proibição em 23 de março, depois que vários países ameaçaram boicotar o Campeonato Mundial deste ano em Budapeste, que será entre 18 de junho a 3 de julho.

Rylov foi um dos vários atletas russos de alto nível que participaram do comício político realizado pelo presidente Vladimir Putin no Estádio Luzhniki, em Moscou, no aniversário da anexação da Crimeia em 2014, em 18 de março.

Fonte: GE

Foto: Al Bello/Getty Images

Marcado como

Opnião dos Leitores

Você não está autenticado, clique aqui. para acessar o sistema!.


Notícia FM

Ligou, virou Notícia!

Faixa Atual

Título

Artista

Ligou, virou Notícia!

Precisa de ajuda?