Corinthians decide rescindir com Danilo Avelar, que não joga mais pelo clube após ato racista

Publicidade

O Corinthians decidiu, na tarde desta quarta-feira, que vai encerrar o contrato com o zagueiro Danilo Avelar, hoje válido até dezembro de 2022. O clube ainda estuda de que maneira será feita a rescisão.

A decisão foi tomada pelo departamento de futebol, com apoio do jurídico, após o jogador ter admitido um comentário racista em um jogo online, após repercussão nas redes sociais.

Foram horas e horas de reunião até que a diretoria de futebol se sentisse amplamente segura juridicamente para decidir pela rescisão. A equipe de comunicação também passou várias horas mobilizada a fim de ajudar na apuração, entendimento e avaliação do caso.

Desde a divulgação da nota oficial do jogador, já havia o entendimento no Corinthians de que não haveria mais clima para que Avelar continuasse a defender as cores alvinegras. Passou-se, então, a discutir quais seriam as formas viáveis para a quebra de contrato.

A enorme repercussão do caso nas redes sociais e as manifestações de torcedores pedindo que o clube rompesse o contrato com o jogador, inclusive da Gaviões da Fiel, principal organizada do clube, apenas contribuíram para a certeza sobre a necessidade de romper o contrato.

Durante uma partida de Counter-Strike: Global Offensive na noite desta terça-feira, o jogador postou um comentário em que dizia a outro usuário: “Fih (filho) de rapariga preta”.

Em nota, Avelar pediu desculpas. O jogador está em fase final de recuperação de uma lesão no joelho direito e tem previsão de volta aos jogos para agosto.

O Corinthians ainda não quitou a compra do jogador junto ao Torino, da Itália. O clube tem de pagar ainda neste mês o valor de 750 mil euros (R$ 4,4 milhões), como segunda e última parcela. Outra parcela igual foi paga, com atraso, no início deste ano.

Danilo Avelar foi contratado pelo Corinthians em 2018, por empréstimo. Após ser campeão paulista como titular em 2019, o jogador teve seus direitos econômicos comprados pelo Timão em junho.

Na mudança de 2019 para 2020, ele deixou a lateral esquerda para atuar como zagueiro. Fez bons jogos no Paulistão, após a pausa da pandemia, mas rompeu os ligamentos ainda em outubro de 2020.

O defensor tem 110 jogos com a camisa do Corinthians, com 12 gols marcados.

O Timão volta a campo nesta quinta-feira, contra o Sport, em casa, pelo Brasileirão. O técnico Sylvinho conta com Gil, João Victor, Raul, Jemerson e Léo Santos como opções para a defesa. O uruguaio Bruno Méndez está a caminho do Internacional.

Fonte: GE


Opnião dos Leitores

Você não está autenticado, clique aqui. para acessar o sistema!.


Notícia FM

Ligou, virou Notícia!

Faixa Atual

Título

Artista

Ligou, virou Notícia!

Precisa de ajuda?