F1: Gasly é o mais rápido no primeiro dia da pré-temporada no Bahrein

Publicidade

No primeiro dia de treinos da pré-temporada da Fórmula 1 no Bahrein, o francês Pierre Gasly foi quem teve o melhor tempo, com 1:33.902, único a fazer volta abaixo de 1:34 neste primeiro dia, com direito a um total de 103 voltas para o francês.

Assim como ocorreu em Barcelona, as duas Ferraris voltaram a mostrar bom desempenho nos testes realizados pela equipe italiana. Leclerc, que correu apenas na primeira sessão, durante a madrugada do Brasil, liderou durante boa parte da atividade tendo feito apenas 64 voltas.

No fim, Sainz superou o companheiro e terminou na segunda posição, com um total de apenas 52 completadas. Quem mais ficou na pista foi Sergio Perez, que completou o percurso 138 vezes e encerrou a atividade ao sair da pista e forçar a bandeira vermelha no fim.
Max Verstappen, Daniel Ricciardo, Nicolas Latifi, Yuki Tsunoda e Mick Schumacher não participaram deste primeiro dia de atividades no Bahrein.

Mercedes rouba a cena

Quem chamou a atenção no treino, ainda antes de entrar na pista, foi a Mercedes. A equipe alemã surpreendeu a todos ao trazer o W13, modelo desta temporada, com os sidepods (saídas laterais de ar) dramaticamente reduzidos.

A mudança gera uma diferença considerável na pressão aerodinâmica do carro e pode representar uma vantagem para a escuderia atual hexacampeã mundial de construtores.. e reclamação dos principais rivais, como Christian Horner, chefe da RBR.

– No nosso ponto de vista, a Mercedes foi longe demais. Isso não corresponde ao espírito do regulamento. Para nós, essas asas são ilegais. Não são suportes de retrovisor, mas sim duas asas, com defletores verticais construídos em cima. Não tem nada a ver com um suporte – destacou Horner em entrevista à Auto Motor und Sport.

Mais tarde, o chefão da equipe austríaca negou que tenha criticado o design alemão. De acordo com o diretor da F1 Ross Brawn, não há irregularidades no design de nenhum dos carros do grid. O caso da Mercedes, segundo o próprio, é apenas uma interpretação extrema do regulamento, mas dentro da legalidade.

– Acho que não há dúvida que não antecipamos o conceito da Mercedes. Acho que é uma interpretação muito extrema do regulamento e que inevitavelmente haverá muito debate sobre ela – concluiu Brawn.

Fonte: GE
Foto: Mark Thompson/Getty Images
Marcado como

Opnião dos Leitores

Você não está autenticado, clique aqui. para acessar o sistema!.


Notícia FM

Ligou, virou Notícia!

Faixa Atual

Título

Artista

Ligou, virou Notícia!

Precisa de ajuda?