Fifa permitirá que atletas estrangeiros de Rússia e Ucrânia suspendam contratos e atuem por outros clubes

Publicidade

Por conta da guerra entre Rússia e Ucrânia, a Fifa permitirá que os jogadores estrangeiros que atuem nos dois países suspendam seus contratos e joguem por outras equipes até junho. A informação foi confirmada por Aleksandr Zotov, diretor da associação de jogadores russa. Atualmente, são 129 estrangeiros no Campeonato Russo e 95 na primeira divisão do futebol ucraniano.

Zotov explica à RB Sport, da Rússia, que a quebra de contratos não será permitida. Eles serão apenas suspensos até junho de 2022, havendo a possibilidade de os atletas vestirem outras camisas como se fosse um empréstimo.

– Como Krasnodar fez agora. Ou como, por exemplo, quando um jogador de futebol sai por empréstimo. Contratos suspensos apenas até junho de 2022 – disse Aleksandr Zotov.

Atualmente, 30 brasileiros atuam na primeira divisão da Ucrânia e 13 na elite russa. O Campeonato Ucraniano está paralisado. Inclusive, na última semana, diversos atletas brasileiros que atuam no país desembarcaram no Brasil após conseguirem fugir. Na Rússia, o futebol continua ativo, porém o clima de guerra preocupa os estrangeiros. Tal momento levou o Krasnodar a tomar a iniciativa de suspender os contratos dos jogadores nascidos em outros países.

A seleção russa e os clubes locais sofreram sanções de Fifa e Uefa, sendo excluídos das competições internacionais, entre elas a Copa do Mundo, a Liga dos Campeões e a Liga Europa. Porém, na última semana, A Federação Russa de Futebol (RFS) comunicou que vai recorrer à Corte Arbitral do Esporte (CAS) contra as sanções, alegando que não teve direito a defesa e reiterou que Fifa e Uefa sequer cogitaram outras alternativas para lidar com as equipes do país.

Fonte: GE

Foto:  Getty Images

Marcado como

Opnião dos Leitores

Você não está autenticado, clique aqui. para acessar o sistema!.


Notícia FM

Ligou, virou Notícia!

Faixa Atual

Título

Artista

Ligou, virou Notícia!

Precisa de ajuda?