GP da Itália: Bottas larga na frente em corrida classificatória

Publicidade

Foi Valtteri Bottas quem levou a melhor na definição do grid para a corrida classificatória do GP da Itália, no Autódromo de Monza, nesta sexta-feira. Anotando 1m19s555 nos segundos derradeiros da sessão, o finlandês superou o colega da Mercedes Lewis Hamilton por apenas 0s096 e Max Verstappen para garantir a posição privilegiada na prova deste sábado – que sucede o segundo e último treino livre da etapa e vai confirmar as posições iniciais da principal corrida do fim de semana, no domingo.

A edição deste ano da etapa em Monza recebe o segundo teste das corridas classificatórias, maior mudança promovida no formato dos grandes prêmios e que ainda contará com mais outra prévia no GP do Brasil, em novembro.

No entanto, como a Mercedes confirmou que Bottas receberá um novo motor e uma série de componentes no carro, consequentemente o finlandês terá posições de punição e não vai largar da pole no domingo. Apesar de troca da unidade de potência, o resultado confirmou o que se desenhou como uma disputa interna na Mercedes durante a classificação, que teve Hamilton na ponta no Q1 e no Q2.

Além do já esperado desempenho da equipe alemã e da RBR com Verstappen, a sessão desta sexta contou com a boa atuação de Daniel Ricciardo, que enfrenta uma adaptação difícil na McLaren. O australiano andou ao lado do colega Lando Norris durante toda a classificação e garantiu o quinto lugar no grid de largada para este sábado, atrás do companheiro.

A largada da corrida classificatória do GP da Itália será às 11h30 deste sábado (horário de Brasília).

Os três primeiros

BOTTAS: “Aquela volta de classificação foi boa. Foi uma boa diversão… Me sinto relaxado. Estou muito satisfeito com a equipe hoje. O fim de semana começou bem”.

HAMILTON: “Parabéns ao Valtteri. Foi uma mega volta, não consegui igualar. É ótimo ver os fãs italianos de volta, este é um circuito brilhante”.

VERSTAPPEN: “Para nós sempre será difícil nesta pista. Ainda estou feliz por ser o terceiro aqui”.

Q1 – 18 minutos e cinco eliminados

Hamilton deu continuidade ao desempenho do primeiro treino livre e se manteve na ponta ao longo de boa parte do segmento, sem ameaças do rival Verstappen, que chegou a figurar na liderança provisória do Q1 antes de ser superado por Lando Norris, aparecer em nono após sair passar pela brita e, nos minutos finais, novamente ver o britânico da McLaren em sua frente – terminando em quarto lugar.

O tráfego na pista deu trabalho para os pilotos completarem as voltas rápidas; Verstappen e Gasly chegaram a reclamar pelo rádio da movimentação dos carros. Nikita Mazepin, da Haas, apareceu lento na curva 6 e atrasou Robert Kubica, depois de já ter saído dos boxes na frente da dupla da Ferrari, Carlos Sainz e Charles Leclerc.

O lance foi notado pela direção da prova, mas não houve reprimendas. Na bandeirada, Yuki Tsunoda teve a última volta deletada por sair dos limites da pista na curva 11 e acabou eliminado.

ELIMINADOS

16º NICHOLAS LATIFI (WILLIAMS)
17º YUKI TSUNODA (ALPHATAURI)
18º MICK SCHUMACHER (HAAS)
19º ROBERT KUBICA (ALFA ROMEO)
20º NIKITA MAZEPIN (HAAS)

Q2 – 15 minutos e cinco eliminados

O heptacampeão da Mercedes anotou 1m19s936 nos minutos iniciais, tendo Bottas novamente em segundo; porém, o finlandês se aproximou do colega, com a diferença caindo de 0s1 no Q1 para 0s096. Na primeira parte da sessão, Daniel Ricciardo surpreendeu ao aparecer em quarto lugar ao lado do colega da McLaren, Norris.

Na saída do pitlane para a definição do Q2, mais tráfego: Hamilton e Verstappen quase se chocaram com Sebastian Vettel, que foi liberado rápido demais dos boxes da Aston Martin. O incidente será analisado posteriormente pelos comissários.

Na bandeirada, Norris tirou Verstappen do terceiro lugar a 0s123 da dupla da Mercedes, que manteve a posição. Giovinazzi, que vem de uma segunda ida ao Q3 no GP da Holanda e figurou no top 6 no primeiro segmento da sessão desta sexta-feira, garantiu a passagem para a definição das dez primeiras colocações da corrida classificatória, à frente de Sainz e Leclerc – todos com motores Ferrari.

ELIMINADOS

11º SEBASTIAN VETTEL (ASTON MARTIN)
12º LANCE STROLL (ASTON MARTIN)
13º FERNANDO ALONSO (ALPINE)
14º ESTEBAN OCON (ALPINE)
15º GEORGE RUSSELL (WILLIAMS)

Q3 – dez minutos e disputa pela ponta

Bottas foi o primeiro a anotar o melhor tempo do segmento mas logo foi superado por Hamilton, com 1m19s949. Verstappen melhorou a própria marca e, por muito pouco – especificamente, 0s017 – não conseguiu bater o rival na disputa pelo campeonato.

Antes do retorno dos carros aos boxes, Norris e Ricciardo figuraram em terceiro e quarto, empurrando Bottas para quinto lugar. Na conclusão do segmento, porém, o finlandês voltou a aparecer e, com as melhores marcas nos dois primeiros setores da pista, garantiu a ponta para a disputa do sábado.

Fonte: GE

#f1 #gpitália #placar88


Opnião dos Leitores

Você não está autenticado, clique aqui. para acessar o sistema!.


Notícia FM

Ligou, virou Notícia!

Faixa Atual

Título

Artista

Ligou, virou Notícia!

Precisa de ajuda?