Grêmio lamenta confusão e diz que funcionário terceirizado provocou jogadores antes mesmo do Gre-Nal

Publicidade

O Grêmio divulgou nota nesta quinta-feira sobre o episódio envolvendo um funcionário terceirizado da Arena que se envolveu em uma confusão e foi agredido ao final do Gre-Nal. Segundo a versão do clube, o homem teria incitado a torcida e provocado os jogadores antes mesmo do clássico começar, durante o aquecimento.

Após a partida, enquanto o zagueiro Pedro Geromel concedia entrevista na beira do gramado, o homem invadiu o campo e teria voltado a provocar os jogadores, com gestos e palavras ofensivas. Ele arremessou uma garrafa de água no goleiro Adriel e foi agredido pelo jogador e outros membros do estafe gremista, até ser contido por seguranças.

A Arena Porto-Alegrense, gestora do estádio, afirmou que o funcionário envolvido na briga foi contratado para trabalhar apenas no jogo, por meio de uma empresa terceirizada. A identidade dele e o nome da empresa não foram divulgados.

O Grêmio e o funcionário agredido registraram Boletim de Ocorrência logo após a confusão no posto da Polícia Civil na Arena. O caso será apurado pela 4ª Delegacia de Polícia de Porto Alegre.

Esse não foi o único episódio de violência registrado no Gre-Nal. Dentro de campo, Bruno Méndez e Ferreira se desentenderam, foram expulsos e precisaram ser contidos por seguranças a caminho do vestiário. Nas arquibancadas, torcedores do Inter que estavam no anel superior também arremessaram rojões em direção à torcida gremista que estava nas cadeiras inferiores.

Confira a nota do Grêmio:

“O Grêmio FBPA, para fins de esclarecimento, traz um breve relato sobre o episódio ocorrido ontem na Arena, no campo de jogo, logo após o término da partida entre Grêmio x Internacional, envolvendo um trabalhador terceirizado pela gestora do estádio. Antes de iniciar o clássico, o homem incitou a torcida do Grêmio, provocando os goleiros e demais atletas durante o aquecimento, no pré-jogo. Este fato foi relatado pelo orientador de campo ao seu superior (ambos também contratados pela gestora), e, por este, ao Centro de Controle Operacional (CCO) da Arena. Ambos os profissionais serviram como testemunhas no Boletim de Ocorrência (BO) relativo ao fato.

Ao término da partida, o mesmo terceirizado voltou a provocar os atletas do Grêmio, com gestos e palavras ofensivas, dando início à confusão generalizada. Tanto este relato, quanto os depoimentos das referidas testemunhas citadas acima, foram registrados no BO.

O Grêmio lamenta mais um episódio triste neste histórico recente de incidentes que mancham a imagem do clássico Gre-Nal.

Fonte: GE

Foto: reprodução/vídeo

Marcado como

Opnião dos Leitores

Você não está autenticado, clique aqui. para acessar o sistema!.


Notícia FM

Ligou, virou Notícia!

Faixa Atual

Título

Artista

Ligou, virou Notícia!

Precisa de ajuda?