Inglaterra goleia a Ucrânia e volta à semifinal da Eurocopa após 25 anos

Football is coming home! O sonho da torcida inglesa, de ver o “futebol voltando para casa”, está cada vez mais perto de se realizar. Com dois gols de Harry Kane, e outros de Harry Maguire e Jordan Henderson, a Inglaterra goleou a Ucrânia por 4 a 0 neste sábado, no Estádio Olímpico de Roma, e se classificou para a semifinal da Eurocopa, voltando a estar entre os quatro melhores da competição após 25 anos.

Campeã mundial em 1966 e orgulhosa de ser a inventora do futebol, a Inglaterra nunca conseguiu levantar o título europeu. Na última vez que esteve tão perto, em 1996, foi eliminada na semifinal da Euro pela Alemanha, nos pênaltis. Agora, deixa Roma após uma atuação de gala e volta para casa para enfrentar a Dinamarca, quarta-feira, em Wembley, tentando manter vivo o sonho do título inédito.

Três ex-campeãs e a dona da casa farão as semifinais da Eurocopa este ano. Terça-feira, também em Wembley, se enfrentam a tricampeã Espanha (1964, 2008 e 2012) e a Itália (campeão em 1968). Na quarta, a Inglaterra, que nunca chegou à decisão da Euro, receberá a Dinamarca, campeã em 1992. Atual técnico da seleção inglesa, Gareth Southgate perdeu a última cobrança na disputa de pênaltis na semi de 1996 contra a Alemanha, no mesmo estádio de Wembley que receberá a semifinal deste ano. Hora de exorcizar o fantasma de 25 anos atrás?

A Inglaterra está invicta há 11 partidas, e há sete não leva gol. É a única das semifinalistas que ainda não foi vazada na Eurocopa. Uma defesa que tem brilhado em qualquer formação tática, seja com três zagueiros ou na linha de quatro, como jogou neste sábado. Na frente, o atacante Harry Kane desencantou no mata-mata, após passar em branco na fase de grupos, e já tem três gols na competição (um nas oitavas e dois nas quartas). Dá para alcançar os cinco dos artilheiros Cristiano Ronaldo e Patrick Schick?

Com apenas três minutos de jogo, Sterling deixou Harry Kane livre na área para abrir o placar, tocando na saída do goleiro Bushchan. A Ucrânia em momento algum conseguiu ser uma ameaça real à Inglaterra no restante do primeiro tempo. E a partida começou a se definir no início do segundo tempo. No primeiro minuto, Shaw cobrou falta na cabeça de Maguire: 2 a 0. Aos quatro minutos, outro cruzamento de Shaw, dessa vez na medida para Kane ampliar. O quarto gol saiu aos 17, de novo pelo alto: escanteio cobrado por Mount, e cabeçada de Henderson, que marcou seu primeiro gol com a camisa da Inglaterra.

Fonte: GE


Opnião dos Leitores

Você não está autenticado, clique aqui. para acessar o sistema!.


Faixa Atual

Título

Artista

Abrir conversa
Precisa de ajuda?