Julia Bergmann se destaca e ganha elogios de Zé Roberto

Publicidade

O nervosismo, claro, bateu. Mas dificilmente alguém reparou. Em seu primeiro jogo como titular da seleção, Julia Bergmann saiu de quadra como grande destaque da vitória sobre a Alemanha, na estreia da Liga das Nações. Maior pontuadora do jogo, a ponteira, que nasceu justamente no país europeu e se mudou para o Brasil ainda criança, fez jus à expectativa do técnico José Roberto Guimarães. Em um time renovado, surge como uma boa opção para a temporada.

Julia foi chamada pela primeira vez para a seleção em 2019. Àquela altura, chegou a entrar em quadra, mas sempre como opção. Desde então, porém, evoluiu. A ponteira, de 21 anos, atua na liga universitária americana. Na última temporada, com o time da Georgia Tech, foi eleita a melhor jogadora da ACC (Conferência da Costa do Atlântico, na tradução literal).

– Estou muito feliz de jogar a Liga das Nações pelo Brasil. Foi meu primeiro jogo como titular na seleção adulta e estava um pouco nervosa no começo, mas as meninas me ajudaram muito. A vibração que esse time tem quando está junto é incrível. Começamos bem a partida, mas no segundo set não pressionamos tanto no saque. Depois, conseguimos impor nosso ritmo. Para uma estreia foi uma boa partida – disse a jogadora.

Filha de mãe brasileira e pai alemão, Julia nasceu em Munique e chegou ao Brasil quando criança. Em Toledo, no Paraná, deu seus primeiros passos nas quadras de vôlei. Em 2019, atraiu a atenção de Zé Roberto mesmo sem ter atuado por nenhum time profissional no país.

À época, inclusive, o treinador chegou a temer que a jogadora desistisse do vôlei para focar na vida universitária. Na Geórgia, ela está no último ano da graduação de física. Lá, conseguiu conciliar bem as duas atuações. Mas, por conta do calendário de estudos, não poderá defender a equipe no Mundial deste ano, na Holanda e na Polônia. Mas, apesar disso, recebeu elogios do treinador.
– A Julia Bergmann teve um comportamento muito bacana durante todo o jogo e parecia que estava na seleção há anos. Cada vez ela vai criar mais confiança e entender mais como tudo acontece no cenário internacional. Ela é uma jogadora inteligente e com leitura rápida de jogo – disse.
O Brasil volta à quadra da cidade de Shreveport-Bossier City, nos Estados Unidos, nesta quinta-feira. No segundo jogo na Liga das Nações, a seleção encara a Polônia, às 16h. Zé Roberto disse estar feliz com o desempenho no primeiro jogo da caminhada.
– Ainda temos que melhorar a relação entre o bloqueio e a defesa e o nosso saque pode ser um pouco mais agressivo, mas para a estreia foi um jogo muito importante. É uma nova geração que está chegando e pedindo espaço. Estou muito feliz com essa vitória.
Fonte: GE
Foto: FIVB/Divulgação
Marcado como

Opnião dos Leitores

Você não está autenticado, clique aqui. para acessar o sistema!.


Notícia FM

Ligou, virou Notícia!

Faixa Atual

Título

Artista

Ligou, virou Notícia!

Precisa de ajuda?