Leclerc lidera 2º treino com Mercedes promissora no GP da Espanha

Publicidade

Mais rápido do primeiro treino livre, Charles Leclerc fechou a sexta-feira da F1 em Barcelona colocando a Ferrari novamente em vantagem. Anotando 1m19s670 em sua melhor volta no segundo treino livre, o monegasco ficou à frente de George Russell e Lewis Hamilton, resultado promissor para a Mercedes que trouxe um pacote radical de atualizações para seu carro no GP da Espanha.

Terceiro na sessão anterior, Max Verstappen ficou apenas em quinto lugar, atrás de Carlos Sainz, companheiro de Leclerc na Ferrari. A única bandeira amarela do dia foi acionada por Valtteri Bottas, com problemas em sua Alfa Romeo.

Verstappen dominou boa parte da sessão até os tempos ficarem mais competitivos com a adoção dos pneus macios. O atual campeão mundial conseguiu bater o tempo provisório anotado por Sebastian Vettel, no centro da polêmica com as atualizações da Aston Martin (cujas semelhanças com o RB18, da RBR, chamam atenção). Porém, foi superado por Sainz e, em seguida, Leclerc.

Foi na segunda metade do treino que a até então discreta Mercedes começou a aparecer. Primeiro foi a vez de Russell, antes fora do top 10, anotar o segundo melhor tempo da sessão com 0s1 de desvantagem para Leclerc.

Depois dele, Hamilton subiu de 14º para terceiro, a 0s2 da volta do monegasco da Ferrari. E a octacampeã manteve o bom desempenho mesmo com os pneus médios, enquanto a escuderia começou a sofrer com o desgaste dos compostos macios e de faixa amarela.

A equipe alemã prometeu um pacote radical de atualizações para Barcelona. As modificações foram em sua asa dianteira, no assoalho (cuja borda ganhou um redesign) e no defletor traseiro e, segundo o chefe Toto Wolff, amenizaram consideravelmente os saltos do carro – o efeito porpoising.

Além disso, Hamilton e Russell fizeram suas primeiras trocas de componentes na unidade de potência – o motor de combustão interna, o turbo e o MGU-H, sistema que recupera energia térmica.

O terceiro e último treino livre do GP da Espanha será neste sábado, às 8h (horário de Brasília). 

Pequenos sustos

A primeira bandeira amarela do fim de semana foi acionada por Valtteri Bottas. Quando começou a sair fumaça de seu carro, o finlandês relatou que “algo estava quebrado” na sua Alfa Romeo. Ele parou o monoposto na grama na curva 2 e a direção de prova manteve a sessão sob o safety car virtual até a remoção do veículo.

Norris também teve problemas ao passar por cima da zebra na curva 9 e falar com a McLaren, pelo rádio, que provavelmente danificou seu assoalho.

Fonte: GE

Foto: Lars Baron/Getty Images

Marcado como

Opnião dos Leitores

Você não está autenticado, clique aqui. para acessar o sistema!.


Notícia FM

Ligou, virou Notícia!

Faixa Atual

Título

Artista

Ligou, virou Notícia!

Precisa de ajuda?