Marinho volta ao Santos com status de líder e mais “leve” para duelo com a Chapecoense

Publicidade

Marinho está de volta para a importante semana do Santos. Desfalque no empate do fim de semana com o Atlético-GO, o atacante trabalhou normalmente nos últimos dois dias e retorna diante de um contexto favorável para o duelo com a Chapecoense, nesta quarta-feira, às 19h (de Brasília), na Vila Belmiro, pela 33ª rodada do Brasileirão.

Mesmo fora do fim de semana, Marinho se encontra mais leve, após quebrar um jejum de 16 partidas sem anotar gols, e respaldado pelo técnico Fábio Carille. Contra o Atlético-GO, o treinador classificou o atacante como um líder e fundamental, mesmo nos momentos de pouca entrega técnica nesta temporada.

— Ele é um líder e fez gol na última rodada. É um cara muito positivo quando não está bem tecnicamente, pois se destaca na entrega. Sentimos, sim, a ausência — destacou Carille no último sábado, quando o atacante foi desfalque por estar com um quadro gripal.

O papel de liderança de Marinho vai além da questão técnica, segundo o treinador santista. Porém, como um jogador que fez a diferença para o time na temporada passada, o atacante pode crescer no momento mais importante do Brasileirão para o Santos.

Contra o Red Bull Bragantino, no último jogo do Peixe como mandante, Marinho quebrou um jejum de 16 partidas sem balançar as redes. Foram exatos quatro meses de seca para o atacante, que soma oito gols em 2021, número muito abaixo dos 24 do ano passado.

O gol ajudou o time a vencer um dos principais times do campeonato e aliviar o Santos na tabela do Brasileirão. De quebra, deixa Marinho mais “leve” diante da reta final do Brasileirão.

Agora, o camisa 11 e o Santos terão pela frente o lanterna e pior defesa do Brasileirão. A Chapecoense somou apenas 15 pontos e sofreu 54 gols em 32 partidas na Série A.

Sob esse contexto de adversário e de retrospecto pessoal, sem a pressão do jejum de gols, Marinho volta para ajudar o Santos a afastar cada vez mais a possibilidade de rebaixamento.

O Peixe soma 39 pontos e ocupa a 12ª posição na tabela. A diferença para o Juventude, primeiro time na zona de rebaixamento, é de três pontos. Portanto, o resultado positivo contra o pior time da competição é fundamental.

Fonte: GE

Foto: Paulo Paiva/AGIF


Opnião dos Leitores

Você não está autenticado, clique aqui. para acessar o sistema!.


Notícia FM

Ligou, virou Notícia!

Faixa Atual

Título

Artista

Ligou, virou Notícia!

Precisa de ajuda?