Maurício Galiotte será chefe de delegação da Seleção, que fará treinos na Academia do Palmeiras

Publicidade

O presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, será o chefe de delegação da seleção brasileira para os jogos contra Colômbia, dia 11 de novembro, em São Paulo, e 16, na Argentina, contra os donos da casa, ambos válidos pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, no Catar.

Para o segundo compromisso, inclusive, a seleção fará sua preparação na Academia de Futebol do Verdão. A primeira parte será no CT Joaquim Grava, do Corinthians.

A equipe comandada pelo técnico Tite usará as instalações do Palmeiras entre os dias 12 e 15, data da viagem para a Argentina – o retorno será logo após o jogo.

Dessa forma, o cargo na Seleção influenciará pouco no dia a dia do presidente no clube, já que poderá seguir sua rotina de trabalho na Academia. Na primeira primeira parte da preparação ele permanecerá em São Paulo, mas só participará de eventos obrigatórios com a seleção, caso eles aconteçam.

Essa não é a primeira vez que Galiotte ocupará o cargo de chefe de delegação da seleção brasileira. Em 2017, ele já foi chamado para a função em amistosos contra Argentina e Austrália, em Melbourne.

Com as eleições presidenciais do Palmeiras marcadas para o final de novembro, este será um dos últimos atos oficiais de Maurício Galiotte no cargo. Candidata única ao posto, Leila Pereira, presidente da patrocinadora, deve assumir o clube.

O presidente será o único representante do Palmeiras na lista da Seleção, já que o técnico Tite não chamou jogadores que atuam no Brasil, por conta da reta final das competições. O goleiro Weverton tem sido presença certa nas convocações.

Fonte: GE


Opnião dos Leitores

Você não está autenticado, clique aqui. para acessar o sistema!.


Faixa Atual

Título

Artista

Abrir conversa
Precisa de ajuda?