Nadal vai à final de Roland Garros após abandono de Zverev

Publicidade

Rafael Nadal está de volta na final de Roland Garros e vai seguir na busca pelo 14º título da carreira na quadra central de Paris. Na reta final do segundo set, quando o espanhol vencia por 1 x 0, parcial de 7/6, e tentava o empate no segundo, Alexander Zverev torceu o tornozelo e foi obrigado a abandonar a partida, após 3h12 de confronto.

– Ele estava fazendo um torneio inacreditável, é um grande colega no circuito. Sei o quanto ele está lutando para conquistar o primeiro grand slam. Desejo tudo de melhor para ele no resto da temporada, tenho certeza que ele vai conseguir – afirmou Nadal sobre Zverev.

“Para mim, estar novamente na final de Roland Garros é um sonho. Ao mesmo tempo, terminar desse jeito é ruim. Estive na sala médica com Sascha antes de ele voltar a quadra, ver ele chorando de dor, foi muito difícil”, completou o espanhol.

O adversário de Nadal na decisão será conhecido ainda nesta sexta-feira. O croata Marin Cilic e o norueguês Casper Ruud duelam na segunda semifinal do torneio de simples masculino.

O abandono custou ao alemão também a chance de ser o número um do mundo, além de conquistar o primeiro grand slam da carreira. No dia 13 de junho, Daniil Medvedev volta ao número um do mundo, apesar de ter caído nas oitavas de Roland Garros.

O jogo

Alexander Zverev mostrou as credenciais logo no primeiro game da partida. Afundando bem os golpes, o alemão conseguiu aproveitar os rallys longos e colocar Nadal em desconforto. Logo de cara, o alemão conseguiu a quebra em cima do espanhol e abriu 2/0 depois de confirmar o próprio saque na sequência.

Sascha teve aproveitamento impressionante no começo da partida, jogando bolas no limite e com um aproveitamento excelente. Porém no meio do set o nível caiu. Com dois erros não-forçados e uma dupla falta, Nadal conseguiu devolver a quebra e empatar e virar a parcial em 5/4.

Alexander passou a sentir e acumular muito erros. Cedeu três set points a Rafa, mas conseguiu salvar todos para manter a partida empatada, muito graças aos bons saques.
No game seguinte, foi vez de Nadal se livrar das quebras. Com tanto equilíbrio, a etapa acabou decidida no tiebreak. Rafa foi quem conseguiu o minibreak primeiro, na sequência Sascha emendou uma sequência de cinco pontos para ter quatro set points. Mas estamos falando de Rafael Nadal. O espanhol salvou os quatro set points, um deles numa passada cruzada em movimento.
Na sexta chance de fechar o set, Nadal aproveitou e abriu vantagem de 1 x 0 sobre o rival alemão, fazendo 10 a 8 no tiebreak em 1h38. Foram 26 erros não-forçados de Zverev no primeiro set, contra apenas 10 do adversário.

O Touro Miúra começou o segundo set mantendo o bom momento do fim da primeira etapa, quebrando o adversário sem ceder pontos, mas a resposta de Sascha foi imediata, empatando a partida no game seguinte.

O espanhol novamente conseguiu a quebra com um ponto incrível em um rally incrível de 44 rebatidas, mas cometeu muitos erros durante o serviço seguinte, tomando o empate novamente.

Foi o alemão quem conseguiu primeiro confirmar o saque para fazer 3/2 no período. Na sequência, conseguiu a terceira quebra e abriu 4/2. Na hora de abrir vantagem para fechar o set e empatar a partida, Alexander falhou. Com uma dupla falta, perdeu o game para Nadal. Mas o espanhol seguiu sem conseguir ganhar games de saque.

Errando muito, espanhol perdeu o 4º game de serviço consecutivo e deu a chance do alemão sacar para o set. Com três duplas faltas, o alemão desperdiçou a oportunidade e marcou a oitava derrota do sacador em nove games do segundo set.

No 12º game, quando Nadal tinha o saque para levar para o segundo set para o tiebreak, Zverev torceu o tornozelo direito e foi obrigado a abandonar a partida. Vitória de Rafael Nadal por 1 x 0 após a desistência do alemão.

Vice para o Brasil

O catarinense Ymanitu Silva ficou com o vice-campeonato no torneio de duplas da classe Quad (cadeirantes) em Roland Garros. Ele e o australiano Heath Davidson perderam para os holandeses Shroder e Vink por duplo 6/2 nesta sexta-feira. Ymanitu repetiu o resultado da participação de 2019 (quando foi o primeiro brasileiro em cadeira de rodas a participar do torneiro frânces). Ele ocupa a 11ª posição no ranking da categoria.

Fonte: GE

Foto: Getty

Marcado como

Opnião dos Leitores

Você não está autenticado, clique aqui. para acessar o sistema!.


Notícia FM

Ligou, virou Notícia!

Faixa Atual

Título

Artista

Ligou, virou Notícia!

Precisa de ajuda?