Nikão elogia Ceni, lembra intercâmbio com Athletico e diz já sentir cobrança no São Paulo

Publicidade

Em pouco mais de um mês, Nikão pôde sentir o que é o São Paulo. As cobranças pelo alto desempenho, ainda mais de um camisa 10, surgiram com poucas semanas. Ao mesmo tempo, contudo, vieram os elogios, especialmente depois das duas assistências e o troféu de melhor em campo na vitória por 3 a 0 sobre o Santos, em clássico disputado na Vila Belmiro.

Essa pequena reviravolta, na análise do meia-atacante, tem Rogério Ceni e comissão técnica como fundamentais. Nikão relatou particularidades de quando defendia o Athletico e promoveu um intercâmbio entre os profissionais paranaenses e tricolores. O resultado veio com a evolução física mostrada na Vila Belmiro.

– O Rogério Ceni é um cara experiente, que jogou muito tempo em alto nível. Ele é um cara que dentro do São Paulo é um dos maiores ídolos. É normal que a gente troque ideia, converse. Botei o pessoal do Athletico para poder conversar com o pessoal daqui para a gente se alinhar mais, para estreitar mais, para que eu pudesse evoluir mais ainda para fazer o meu trabalho da melhor maneira – comentou, em papo exclusivo.

– Lá eram dois meses só de pré-temporada. Chega aqui e são 20 e poucos dias e já está jogando. É normal que o corpo sinta, é um processo essa adaptação com a metodologia do São Paulo. Nada que tenha grande interferência – acrescentou Nikão, que ainda busca o primeiro gol pelo novo clube.

O jogador de 29 anos chegou ao Morumbi como uma das principais contratações da temporada, assumindo a responsabilidade de vestir a camisa 10 do time. Não demorou para Nikão perceber uma diferença na cobrança em um clube como o São Paulo.

Respeitoso para com o Athletico, equipe na qual se tornou ídolo após passagem vitoriosa de sete anos, Nikão enalteceu o quanto a cobrança no São Paulo é grande.

– O São Paulo é um clube que o torcedor vai exigir a vitória. Quem joga no São Paulo, e estou há um mês aqui e pude sentir isso, sabe que a exigência a cada dia que passa é maior por conquistas – destacou Nikão, que sonha com este sucesso na nova casa.

– Tive sete temporadas e fiz um grande trabalho no Athletico, um clube que deixo claro minha gratidão por tudo o que fizeram. Se não fosse o Athletico, sendo regular, não estaria aqui em um clube como o São Paulo – comentou o jogador.

– Era algo que eu buscava, almejava, poder estar em um clube deste tamanho, viver uma nova experiência, poder almejar coisas maiores como uma seleção brasileira – finalizou Nikão, ciente da visibilidade encontrada pelos lados tricolores.
Fonte: GE
Foto: Divulgação/saopaulofc.net
Marcado como

Opnião dos Leitores

Você não está autenticado, clique aqui. para acessar o sistema!.


Notícia FM

Ligou, virou Notícia!

Faixa Atual

Título

Artista

Ligou, virou Notícia!

Precisa de ajuda?