Palmeiras e Corinthians empatam Dérbi da “ressaca” pelo Brasileirão

Publicidade

No clássico da “ressaca” após eliminações na Copa do Brasil, Palmeiras e Corinthians ficaram no empate por 1 a 1 na noite deste sábado, no Allianz Parque, em jogo válido pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. O Verdão abriu o placar logo no início, com Raphael Veiga, enquanto o Timão empatou na segunda etapa, com Gabriel. A equipe de Abel Ferreira ainda teve um gol anulado de Willian, já que o VAR detectou impedimento de Rony no início da jogada. Para a tabela do Campeonato Brasileiro, o empate ainda não faz tanta diferença. Para o futuro dos rivais, porém, não foi o pior dos mundos: em fase de questionamentos, Abel e Sylvinho ganham fôlego para a sequência de seus trabalhos.

Palmeiras e Corinthians vão a quatro pontos na tabela após três rodadas. A vantagem palmeirense é apenas no saldo de gols (1 contra zero).

O único lance de trabalho para o VAR na noite deste sábado foi num gol marcado por Willian, aos 31 minutos do segundo tempo. O atacante saiu para comemorar, mas o árbitro de vídeo anulou o lance por um impedimento de Rony no início da jogada. O comentarista Sálvio Spinola, da Globo, explicou: “Foi no limite, o Gil está com o pé à frente, parte do corpo do Rony está adiantada, e por isso o VAR confirmou a anulação”.

Apesar de ter sofrido o empate, o Palmeiras aumenta para sete jogos a sequência sem perder no Dérbi. Willian quase deu o gol da vitória ao Verdão, mas o lance acabou anulado.

Gabriel marcou pela primeira vez contra o Palmeiras desde que deixou o clube, em 2016.

O gol do Palmeiras logo aos três minutos ditou o ritmo do jogo – com o Verdão esperando, dando a bola para o rival e esperando ações da equipe de Sylvinho, que não foram muitas. O Verdão chegou ao gol da forma que mais gosta, em transição, após um desarme de Mayke em Mateus Vital que passou por uma longa corrida de Roni, chegou a Wesley e terminou em chutaço de fora da área de Raphael Veiga. Depois disso, foi o Timão que teve a bola nos pés, tentando armar o jogo principalmente com Cantillo, atrás dos outros volantes e procurando as jogadas pelas pontas. Aos poucos, o Timão foi chegando: Mosquito recebeu e chutou por cima, depois Mateus Vital finalizou e exigiu boa defesa de Jailson. Apesar do volume, o Corinthians não criou o suficiente para empatar o Dérbi. E o Palmeiras quase ampliou em outra jogada rápida que terminou em finalização de Gustavo Scarpa no pé da trave.

O Corinthians continuou com a posse da bola e tentando criar chances. Jailson voltou a trabalhar em boa cobrança de falta de Fábio Santos, mas pouco depois não conseguiu segurar a boa troca de passes entre Roni e Mosquito que terminou em gol de Gabriel, que invadiu a área e finalizou. Só depois do gol sofrido é que o Palmeiras tentou novamente o domínio e lançou Willian e Breno Lopes no ataque. Experiente, o “Bigode” chegou a marcar o possível gol da vitória palmeirense, mas o lance foi anulado por impedimento de Rony. Sylvinho também fez o que pôde mesmo com um elenco mais fraco: Araos, Ramiro e Léo Natel foram algumas das opções do meio para a frente. O empate, porém, foi bom para os dois lados.

O Palmeiras perdeu neste sábado o podólogo Edson Silva, que trabalhava com os jogadores do time profissional. Foi respeitado um minuto de silêncio antes do início do clássico.

Os rivais voltam a campo na próxima quarta-feira, pela quarta rodada do Brasileirão. O Corinthians recebe o Red Bull Bragantino às 20h30 (de Brasília), na Neo Química Arena, enquanto o Palmeiras enfrenta o Juventude no Alfredo Jaconi, às 21h30.

Fonte: GE


Opnião dos Leitores

Você não está autenticado, clique aqui. para acessar o sistema!.


Notícia FM

Ligou, virou Notícia!

Faixa Atual

Título

Artista

Ligou, virou Notícia!

Precisa de ajuda?