Reserva em clássico, Benítez vai completar 270 minutos seguidos sem atuar pelo São Paulo

Publicidade

Uma das contratações mais badaladas do São Paulo para esta temporada, Martín Benítez não consegue ter uma sequência de jogos com a camisa do Tricolor. Sem sair do banco nos últimos dois jogos e suspenso do próximo, ele vai completar três partidas consecutivas sem atuar.

Antes mesmo de ele chegar ao clube do Morumbi, a diretoria e a comissão técnica sabiam dos problemas físicos de Benítez. Desde a época de Independiente, na Argentina, ele sofre com lesões e dores.

Ciente disso, Hernán Crespo passou a dosar os minutos em campo do meia. Um exemplo claro disso é o número de vezes em que ele atuou durante 90 minutos: apenas três vezes em 24 jogos pelo clube.

Depois de ficar no banco de reservas contra o Athletico-PR no último sábado – e conseguir ser expulso por chutar uma bola no campo – imaginou-se que na última terça, contra o Palmeiras, pela Libertadores, ele seria titular. Mas surpreendentemente não foi o que aconteceu.

Hernán Crespo optou por iniciar a partida com Rodrigo Nestor no meio de campo, ao lado de Liziero, Luan e Gabriel Sara, e colocou Benítez na reserva. Durante o confronto, ele não foi acionado pelo treinador.

Pelo menos na entrevista coletiva, Crespo afirmou que Benítez, desta vez, não tinha nenhum problema físico. A opção foi tática e estratégica. O treinador, no entanto, não explicou qual foi a estratégia pensada.

Mesmo atuando pouco, Benítez tem conseguido se destacar pelo São Paulo. Na última vez que foi titular e atuou os 90 minutos, diante do Vasco, pela Copa do Brasil, por exemplo, ele marcou um dos gols da vitória por 2 a 1. A parceria com Rigoni tem surtido efeito.

Para o jogo do próximo sábado, diante do Grêmio, às 21h, no Morumbi, o São Paulo ainda tenta anular o cartão vermelho de Benítez por entender que a regra não foi aplicada da maneira correta. Caso não tenha sucesso, serão 270 minutos sem o argentino em campo mesmo com condições físicas boas (de acordo com Crespo).

Para a próxima terça-feira, no jogo de volta das quartas de final da Libertadores, no Allianz Parque, a situação de Benítez é uma incógnita. A cada nova partida do São Paulo, a escalação ou não do argentino se tornou uma surpresa.

Fonte: GE


Opnião dos Leitores

Você não está autenticado, clique aqui. para acessar o sistema!.


Notícia FM

Ligou, virou Notícia!

Faixa Atual

Título

Artista

Ligou, virou Notícia!

Precisa de ajuda?