Rony nega problema com Dudu após trocar número no Palmeiras: “A 7 não é minha, é do clube”

Publicidade

Rony publicou em suas redes sociais um texto sobre a mudança de número no Palmeiras. Depois de usar a camisa 7 na temporada passada, o atacante abriu mão do número, pois Dudu pediu para voltar a utilizá-lo. Ele agora vestirá a 10.

Embora não planejasse esta mudança, já que Rony também gosta do número 7 e o coloca até nas suas redes sociais (@rony7oficial), o jogador negou problema com Dudu.

– É verdade que cada um tem suas preferências, mas o meu orgulho de jogar no Palmeiras independe de número e na minha vida não existe espaço para vaidade. Aos maldosos, não criem problema que não existe com o Dudu. Ele pediu ao Anderson Barros a camisa, que me perguntou se existia possibilidade de entregá-la. Concordamos com a proposta do Palmeiras e cedemos, porque a camisa 7 não é minha, ela É DO CLUBE!!! – escreveu.

Quando voltou ao Verdão depois do empréstimo para o Al-Duhail, do Catar, Dudu usou a 43, que significa a soma 4+3 para chegar ao 7, pois Rony tinha acabado de assumir esta camisa.

Depois da conquista da Libertadores, Dudu entrou em contato com o diretor de futebol Anderson Barros e pediu para voltar a usar o número com que fez história entre 2015 e 2020.

O Verdão, então, ofereceu a Rony a camisa 10, que até a temporada passada estava sendo utilizada por Luiz Adriano.

– Sei que a camisa “10” normalmente é usada por jogadores com características diferentes da minha, mas agora tenho essa difícil missão de orgulhar nomes como @ademir_divino, Edu Manga, @Alexdesouza, @Djalminhaoficial10, entre tantos outros, principalmente por já estar na história do clube. Em apenas dois anos, vestindo a “11” e a “7”, ajudei o Palmeiras a ser tricampeão da Libertadores – completou.

Veja o texto completo de Rony:

Agora sou o 10!!! ?⚽ É verdade que cada um tem suas preferências, mas o meu orgulho de jogar no Palmeiras independe de número e na minha vida não existe espaço para vaidade. Aos maldosos, não criem problema que não existe com o Dudu. Ele pediu ao Anderson Barros a camisa, que me perguntou se existia possibilidade de entregá-la. Concordamos com a proposta do Palmeiras e cedemos, porque a camisa 7 não é minha, ela É DO CLUBE!!!

Sei que a camisa “10” normalmente é usada por jogadores com características diferentes da minha, mas agora tenho essa difícil missão de orgulhar nomes como @ademir_divino, Edu Manga, @Alexdesouza, @Djalminhaoficial10, entre tantos outros, principalmente por já estar na história do clube. Em apenas dois anos, vestindo a “11” e a “7”, ajudei o Palmeiras a ser tricampeão da Libertadores.

Essa “10”, sem dúvida, é uma camisa muito emblemática, que estava com meu grande amigo @luizadrianinho. Por isso, honrá-la não será uma opção, mas uma obrigação.

Espero, com ajuda da nossa torcida, dos meus companheiros e com a unção de Deus, ser feliz em mais esse desafio na minha vida, escrevendo outra página bonita dentro do Palmeiras, agora com a “10”.

Fonte: GE

Foto: Cesar Greco

Marcado como

Opnião dos Leitores

Você não está autenticado, clique aqui. para acessar o sistema!.


Notícia FM

Ligou, virou Notícia!

Faixa Atual

Título

Artista

Ligou, virou Notícia!

Precisa de ajuda?