São Paulo corre o risco de completar dez rodadas de Brasileiro sem vencer. Aconteceu outras duas vezes

Publicidade

O São Paulo reencontra seu técnico de 2018, Diego Aguirre, admitido por Raí como o maior erro da gestão anterior. Demitir o treinador uruguaio antes do final da campanha em que foi líder, há três anos, levou o time à fase pré-Libertadores e à eliminação precoce do torneio continental. O risco hoje também é importante: completar dez rodadas sem vencer.

Trata-se do pior início de Campeonato Brasileiro da história do clube, considerando a unificação ou não. Mas houve outras duas sequências piores do que esta, no passado.

Em 1988, sob o comando do técnico Cilinho, o São Paulo passou as últimas seis rodadas sem ganhar. Esta sequência somou-se aos cinco primeiros jogos de 1989, já com Carlos Alberto Silva como treinador. Ao todo, 11 partidas de Brasileirão seguidas sem ganhar. Mas foi preciso juntar um ano ao seguinte para chegar a esta calamidade.

Pior mesmo e de maneira indiscutível, só em 2013. Entre a terceira e a 14ª rodadas, foram 12 partidas consecutivas sem vencer, cinco empates e sete derrotas, queda da terceira para a 19ª colocação. Foi a única vez em que o São Paulo passou dez rodadas de um mesmo Brasileirão sem vitórias.

Um ingrediente que torna tudo mais dramático é o São Paulo não ganhar no Beira Rio, pelo Brasileiro, desde 2014. Daquela vez, fez 1 x 0, gol de Ganso. Desde então, três empates e duas derrotas. No ano passado, empate por 1 x 1, em Porto Alegre.

Fonte: GE


Opnião dos Leitores

Você não está autenticado, clique aqui. para acessar o sistema!.


Notícia FM

Ligou, virou Notícia!

Faixa Atual

Título

Artista

Ligou, virou Notícia!

Precisa de ajuda?