Silêncio e reflexão: São Paulo vira a chave para duelo com Palmeiras pela Copa do Brasil

Publicidade

A dura derrota para o Palmeiras na última segunda-feira, pela 13ª rodada do Brasileirão, ainda está sendo absorvida pelo São Paulo. Os dois gols sofridos nos acréscimos, que geraram o placar negativo de 2 a 1, resultaram em um silêncio do técnico Rogério Ceni e muita reflexão da equipe, que se reapresentou no início da tarde para o próximo duelo com o Verdão.

São Paulo terá apenas três dias antes do reencontro com o Palmeiras, agora pela Copa do Brasil. Os dois times se enfrentam na quinta, às 20h (de Brasília), no Morumbi, pela ida das oitavas de final.

– Não dá para lamentar, a gente reconhece e entende o sentimento do torcedor que sai chateado, e a gente vai trabalhar muito e descansar para que quinta-feira a gente reverta essa história – declarou o zagueiro e capitão Diego Costa.

– Por enquanto, é só descansar. Acho que a gente vai falar mais no CT com mais calma, vamos analisar o jogo, mas é um sentimento ruim que a gente fica. Estar com um jogo quase ganho e tomar dois gols assim. Mas que sirva de aprendizado – acrescentou o defensor.

A reflexão individual também se estendeu a Rogério Ceni. O treinador, que não escondeu a frustração pela virada sofrida, expôs a falta de clima para uma conversa com o elenco após a derrota para o Palmeiras.

– Não falei com os jogadores, também só rezaram. Não tinha clima para falar, era hora de esfriar a cabeça e tem dias que é melhor não falar nada. Não consegui falar aqui, não tinha o que falar. Cada um para a sua casa, e amanhã fazer uma análise mais fria sobre tudo – afirmou Ceni.

O treinador admite que dificilmente contará com o retorno de um dos lesionados. Contando Walce, o time tem nove desfalques.

Agora, o São Paulo se concentra para recuperar a confiança. A partir do treino desta terça-feira, a missão do elenco é absorver o resultado e mirar a reabilitação contra o mesmo rival e diante do torcedor dentro de casa.

– Todas as derrotas doem. Na final do Paulista perdemos o título, foi dolorido, pois estávamos com uma vantagem boa. Hoje estávamos ganhando até os últimos minutos. Cada derrota dói, cada jogo é uma história e temos que nos preparar para a nova história que será na quinta-feira e fazer um grande jogo – discursou Jandrei.

Fonte: GE

Foto: Marcos Ribolli

Marcado como

Opnião dos Leitores

Você não está autenticado, clique aqui. para acessar o sistema!.


Notícia FM

Ligou, virou Notícia!

Faixa Atual

Título

Artista

Ligou, virou Notícia!

Precisa de ajuda?